Premiações para música gospel e outros estilos são retiradas do Grammy e músicos seculares se unem para protestar

2

A premiação deste ano do Grammy será palco de protestos por parte de músicos que não concordam com a retirada de categorias da premiação. Ao todo, 31 categorias de música étnica e regional foram removidas da lista de premiações.

Entre essas categorias, está a música gospel, além de jazz latino e blues. Os organizadores do protesto esperam a adesão de dezenas de artistas e fãs dos ritmos que foram excluídos.

No grupo dos músicos que confirmaram presença no protesto, estão Paul Simon, Carlos Santana, Bonnie Raitt e Bobby Sanabria, entre outros músicos de menor expressão no cenário secular.

Uma das maiores reclamações dos artistas dos segmentos descartados é o fato de que com a exclusão dessas categorias, os estilos serão prejudicados, podendo perder visibilidade e relevância, além de prejudicar suas carreiras financeiramente.

O porta-voz dos manifestantes confirmou que o protesto acontecerá em frente ao Staples Center, em Los Angeles, local da cerimônia do Grammy.

Fonte: Gospel+


2 COMENTÁRIOS

  1. CLARO QUE A JUSTIÇA SEMPRE VENCE. JA PENSOU RECEBER PREMIO NESTE MUNDO POR SERVIR A DEUS..A BIBLIA DIZ QUE POR MAR O NOME DE JESUS SERIAMOS PERSEGUIDOS E NAO ACEITOS…SE SOMOS ACEITOS TEM ALG DE ERRADO AI

  2. Os mecenarios do louvor, estao precupados com as gloria que recebem dos homens.
    Estao buscado a recompensa da midia e esquece de perguntar se Deus aprova isso tudo….

Deixe uma resposta