Kleber Lucas se posiciona contra Jair Bolsonaro

0

O cantor Kleber Lucas participou de um evento inter-religioso no Rio de Janeiro para repudiar o candidato Jair Bolsonaro.

Em uma publicação no Instagram, Kleber Lucas mostrou momentos do evento nas ruas da capital fluminense, com fotos ao lado do pastor Henrique Vieira (PSOL), um dos apoiadores de Jean Wyllys e Marcelo Freixo, e também do babalaô Ivanir dos Santos, um dos principais representantes das religiões afro-brasileiras.

Kleber Lucas usou a legenda para dizer que “Jesus de Nazaré perdeu para o totalitarismo romano e nefasto” e que chegará “o dia em que aqueles que têm fome e sede de justiça serão fartos”.

Reproduzindo um texto de Henrique Vieira, Kleber Lucas fez um ataque frontal a Bolsonaro: “Ontem foi dia de celebrar o amor de Deus, que não está sob nosso domínio. Foi dia de ocupar as ruas não com um projeto de poder religioso, mas de amor, serviço e compromisso com a democracia”.

“Foi dia de dizer que Evangelho não tem nada a ver com discursos de violência e ódio. Foi dia de dizer que somos discípulos de alguém que foi torturado, então não podemos ficar em silêncio diante de quem exalta torturadores. Canções, orações, abraços, lágrimas e risos, nos apostamos que o amor vencerá o ódio”, concluiu.

Insistir nos amor. Apostar na solidariedade, no respeito e convívio pacífico nas palavras de Madre Teresa, “o amor para ser verdadeiro tem que doer” Nós vimos isso na cruz. A escolha do Santo por pecadores. A escolha da justiça pelos marginalizados. A escolha por uma mulher que havia tentado a sorte 5 vezes, sendo chamada a assentar-se na mesa do cristo do ” Deus que faz o solitário viver em família” Insistir no amor! Não nos esqueçamos: mesmo sabendo que Ele vive, do ponto de vista do poder romano, nosso herói morreu. Jesus de Nazaré perdeu para o totalitarismo romano e Nefasto. Nos faz refletir que a única certeza que temos é a de vai chegar o dia em que aqueles que tem fome e sede de justiça serão fartos. texto: Pr. Kleber Lucas Ontem foi dia de celebrar o amor de Deus, que não está sob nosso domínio. Foi dia de ocupar as ruas não com um projeto de poder religioso, mas de amor, serviço e compromisso com a democracia. Foi dia de dizer que Evangelho não tem nada a ver com discursos de violência e odio. Foi dia de dizer que somos discípulos de alguém que foi torturado, então não podemos ficar em silêncio diante de quem é exalta torturadores. Canções, orações, abraços, lágrimas e risos, nos apostamos que o amor vencerá o ódio texto: Pr. Henrique Viera @pastorhenriquevieira fotos com os queridos: Pastores: Henrique, Clemir Fernandes, Babalô Ivanir Dos Santos Presença de pastores amigos: Ronilso Pacheco, Marcos David, Alexandre Brasil, Daniela Frozi( ftsa-polo Rio), na Caminhada com dezena de pastores e pastoras, Padres, representantes da comunidade judaica e milhares de pessoas queridas.

Uma publicação compartilhada por Kleber Lucas (@kleberlucas) em


Deixe uma resposta