Tim Lambesis, ex-vocalista do As I Lay Dying, é condenado a seis anos de prisão por planejar o assassinato da ex-esposa

5

O cantor Tim Lambesis, ex-vocalista da banda As I Lay Dying, foi condenado a seis anos de prisão por planejar o assassinato de sua ex-esposa depois que ela decidiu divorciar-se dele.

Lambesis planejava contratar um atirador profissional para matar Meggan, segundo informações do Christian Post.

Numa entrevista recente, Lambesis afirmou eu estava chateado com a forma como sua ex-mulher estava limitando seu contato com seus filhos: “Depois da nossa separação, eu só tinha permissão para ver as crianças duas vezes por semana, e tinha que estar em algum lugar que Meggan pudesse sentar à distância e, literalmente, me observar com as crianças”.

O cantor só foi pego porque pediu ao seu personal trainer que encontrasse alguém para matar Meggan. O personal entrou em contato com o xerife de San Diego, que enviou um detetive disfarçado para encontrar Lambesis.


No primeiro encontro, o detetive recebeu fotos da ex-mulher do cantor e US$ 1 mil como adiantamento, além de definir que o suposto assassino receberia mais US$ 19 mil quando a mulher fosse morta. Tim Lambesis foi preso e admitiu o plano para matar a ex-mulher.

Meggan disse ao tribunal que ela ainda se sente insegura, mesmo que seu ex-marido esteja na prisão. Na sentença, a Justiça definiu que ela e as crianças receberão proteção policial nos próximos 10 anos.

“Eu sinto um profundo remorso”, disse Lambesis durante a sentença. “Quero agradecê-la por suas orações no meio de tudo o que eu fiz, pois você ainda teve o coração disposto a fazer isso. No meio de toda a dor de cabeça, você ainda encontra a força para orar por mim, e eu sou grato por isso”, afirmou o cantor, dirigindo-se à ex-mulher.

5 COMENTÁRIOS

Deixe uma resposta