Cristina Mel denuncia violência doméstica no clipe ‘Rompendo o Silêncio’

0

A cantora Cristina Mel apresentou uma nova canção, Rompendo o Silêncio, e lançou também o videoclipe em seu canal no YouTube na última terça-feira, 23 de outubro.

O vídeo foi produzido em parceria com a Usina Brasil e dramatiza experiências vividas por Cristina Mel na infância, além de fazer um alerta sobre violência doméstica, um tema que não é comumente abordado no meio artístico evangélico.

“Já não é a primeira vez que abordo um tema que ninguém quer falar, foi assim quando falamos sobre a pedofilia. Estou engajada na luta contra a violência doméstica e apresentei uma página da minha vida para mostrar que já passei por isso e superei em Jesus, Ele pega todos os caquinhos da nossa vida e faz um vaso novo”, comentou a a artista.

O clipe tem direção de Maicon Freitas e participação da atriz mirim Maria Eduarda Silva (novela Carinha de Anjo, do SBT), e foi rodado na cidade de São Roque, interior de São Paulo. Segundo informações da assessoria de imprensa, a produção mostra detalhes sobre o que acontecia na casa de Cristina durante sua infância.

“Foi como voltar ao passado de Cristina, ela acompanhou todas as cenas no set para nos ajudar a imprimir a realidade das agressões que aconteciam”, comentou Freitas.

O single, lançado com distribuição da Sony Music, ganhará também um documentário curta-metragem com depoimentos de “mulheres que superaram seus dramas e hoje vivem de maneira plena”, de acordo com a nota de divulgação da assessoria de imprensa da artista. “Ao lado de Cristina elas vão compartilhar detalhes de suas experiencias e emprestar suas histórias para que sirvam de exemplo para outras mulheres que buscam a superação em Deus”, acrescenta o texto.

‘Rompendo o Silêncio’

Assine o Canal

Reviver, retocar as emoções
E juntar o que a vida despedaçou
Pelo espelho, eu senti
A dor de uma desilusão
No reflexo, eu me vi
Com medo da humilhação

Mas eu não sou boneca de pano
Sou de carne e osso, sou coração
Trago em meu corpo as marcas dessa dor
Eu preciso é de amor

Sou mulher
Eu sinto a vida me beijar
Com uma nova história posso sonhar
Vou vencer
Vou conquistar o meu lugar
Rompendo o silêncio por me amar
Sou mulher

Reviver, retocar as emoções
E juntar o que a vida despedaçou
Pelo espelho, eu senti
A dor de uma desilusão
No reflexo, eu me vi
Com medo da humilhação

Mas eu não sou boneca de pano
Sou de carne e osso, sou coração
Trago em meu corpo as marcas dessa dor
Eu preciso é de amor

Sou mulher
Eu sinto a vida me beijar
Com uma nova história posso sonhar
Vou vencer
Vou conquistar o meu lugar
Rompendo o silêncio por me amar
Sou mulher

Sou mulher


Deixe uma resposta