Conheça o testemunho do rapper Lecrae

1

O rapper Lecrae contou seu testemunho na campanha “I Am Second” que é destinada a inspirar pessoas de todos os tipos a viver para Deus e os outros. Muitas personalidades da musica, cinema e esporte já participaram da campanha que busca fornecer forças para as pessoas enfrentarem os problemas da vida.

“No inicio de seu testemunho, Lecrae diz: “Eu me lembro, que quando tinha dezessete anos uma mulher me perguntou se eu tinha salvação. Eu não tinha nenhuma idéia do que aquilo significava. Salvação, o que é isso? A melhor coisa que eu pensei, era ser como a minha avó? E eu disse-lhe veementemente que não, porque eu não sou, nem queria ser como minha avó″.

Para assistir vídeos de rap, Lecrae ia para casa de sua avó e através desses filmes, ele desenvolveu a a habilidade de fazer rap. Filho de mãe solteira, ele procurou preencher o vazio que sentia por não ter um pai, rodeando-se com os gangsters. Em pouco tempo, ele estava envolvido em um mundo repleto de drogas, roubo, álcool e atividade de gangues.

“Eu não era o maior atleta, definitivamente não era um estudante acadêmico, eu não era o cara mais durão, mas fazer rap significou muito pra mim. Eu cresci lutando muito, porque o meu pai e minha mãe não estavam juntos. Eu nunca conheci meu pai, ele se tornou um viciado em drogas e deixou sua vida desmoronar. Eu me senti como o meu pai, era um pedaço da mim que eu precisava ter para se sentir alguém. Tive uma mãe solteira que trabalhava muito, ela teve de confiar-me ao cuidado de familiares e pessoas muito diferentes. Quando era criança eu sofri abuso e fui negligênciado por diferentes tipos de coisas, então eu só queria um significado”, diz ele sobre sua infância.

Ao longo do testemunho ele diz que não gostava de igreja e que ia por causa da sua avó; e até chegou a rasgar páginas da bíblia. O seu encontro real com Deus aconteceu após um grave acidente automobilístico, onde o carro ficou todo danificado e ele não sofreu nenhum arranhão, foi aí que ele caiu na real que o Pai estava sempre presente.

“Eu vi a mudança acontecer. Passei um monte de tempo à procura de figuras paternas, e apenas encontrei evidências, e Deus me mostrou que em última análise, Ele é meu pai. Eu comecei a ser voluntariao em um centro de detenção juvenil e algumas dessas músicas eu escrevi nos meus mais sombrios momentos, onde eu estava clamando a Deus e eu cantava para eles. O tempo passou e eles continuaram pedindo para eu fazer a música de novo, “eu preciso manter a esperança, porque é algo que vai continuar lembrando-me que eu preciso de Jesus”. E isso me atingiu, isso é o que eu queria fazer, usar a múmasica para dar esperança e encorajamento para as pessoas”.

Você pode conferir o vídeo no site I am Second. E abaixo o clipe de “Don’t Waste Your Life” (Não desperdice sua vida):

Assine o Canal

Fonte: Gospel Beat

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta