Kim Walker-Smith revela que superou depressão louvando a Deus

0

A cantora Kim Walker-Smith, vocalista do Jesus Culture, enfrentou uma batalha contra a depressão pós-parto de seu segundo filho, e outros problemas emocionais após a morte de seu pai. No entanto, continuar louvando a Deus para vencer a adversidade foi extremamente importante.

O testemunho da cantora enfatiza que é preciso se manter alerta contra as ações malignas: “Eu acho que uma das maiores táticas do inimigo é nos fazer pensar que estamos sozinhos e isolados. E que ninguém pode nos entender e que somos os únicos que se sentem assim. Isso é uma mentira”, afirmou Kim.

Numa entrevista recente, ela encorajou os cristãos a se dedicarem à ajuda a quem precisa de apoio espiritual e moral: “Devemos nos unir e nos juntar para trabalhar, orar uns pelos outros. É assim que saímos desse isolamento, derrotamos nosso inimigo e saímos desses tempos tão difíceis”.

Segundo a cantora, os problemas surgiram com a depressão pós-parto de seu segundo filho, agravada pela morte de seu pai. E a arma que ela usou para vencer foi se manter declarando que Deus é bom.

“O sacrifício de louvor é quando você escolhe adorar mesmo quando não tem vontade. Mesmo quando você não consegue colocar sua mente em um lugar em que você acredita plenamente, você ainda está fazendo a escolha de adorar Jesus e há muito poder nisso”.

“Ele aparece e derrama sua presença sobre nós e nos encontra onde estamos. Deus honra esse sacrifício. O fogo sempre cai sobre o sacrifício. Você traz tudo que tem para Jesus e então você não ficará desapontado, você não será decepcionado. Você pode não ver tudo o que espera naquele momento, mas seu coração ficará para mais perto de Deus”, acrescentou Kim.

A banda Jesus Culture é uma das mais conhecidas no meio cristão internacional, o que elevou Kim a um ponto de alta influência entre jovens. Seu testemunho, revelando os problemas enfrentados no âmbito pessoal, serve como alerta para uma compreensão mais ampla a respeito da depressão enquanto doença.

 


Deixe uma resposta