‘O Maior Vilão Sou Eu’: clipe de Sarah Beatriz estreia com boa repercussão

0

A cantora Sarah Beatriz lançou, na última semana, o clipe O Maior Vilão Sou Eu, o primeiro de seu álbum “Basta Acreditar”, lançado pela gravadora Graça Music.

Sarah Beatriz alcançou notoriedade como youtuber, e em poucos dias, o clipe já registra mais de 50 mil visualizações na plataforma de vídeos.

Segundo informações da assessoria de imprensa, o clipe foi gravado no estúdio de áudio da Graça Music, com direção de Filipe Dias e pós-produção da DM Audiovisual. “O roteiro, com ambiência escura e sem elementos cenográficos, deu ainda maior destaque à interpretação de Sarah e à letra, que nos convida a uma autorreflexão”, diz a nota de divulgação.

O álbum “Basta acreditar”, que marca a estreia de Sarah Beatriz, tem produção musical assinada por Rogério Vieira, profissional com cinco premiações e 12 indicações ao Grammy Latino, um dos maiores eventos da indústria musical no mundo.

O repertório do álbum é formado por 12 faixas no estilo pop congregacional, “com uma pitada de black e rock”, falando sobre temas como o amor de Deus, mudança interior e o poder sobrenatural da fé. A cantora é autora de quatro faixas, e as demais são de autoria de Rogério Vieira, Anderson Freire e Pr. Lucas, Bob Jonathan, Abdiel Arsênio, e missionário R. R. Soares.

Assista ao clipe de Sarah Beatriz:

‘O Maior Vilão Sou Eu’

Assine o Canal

Bem diferente das histórias que eu ouvi
A minha história teve um começo no fim
Quando o Inferno pensou ter vencido
Jesus tomou a chave que me fez cativo

E esse amor perfeito me fez entender
Que, diferente das histórias de TV,
Na minha história, Cristo é o Mocinho
E, na vida real, o maior vilão sou eu

Ganhar o mundo e perder a mim
Estar no caminho e não chegar ao fim
Na minha luta do meu “eu” contra mim mesmo
Os meus gigantes são os meus próprios desejos
E o que sai contamina mais do que entrou
Só Deus sabe o perigo de um homem sem amor
Olhar pra cruz é como olhar para um espelho
Reflete a glória que revela os meus defeitos
Na vida real, o maior vilão sou eu

Autor: Abdiel Arsênio


Deixe uma resposta