João Alexandre anuncia rompimento com a música gospel e afirma que o meio é baseado na “fama, grana e idolatria”

151

O cantor João Alexandre publicou em seu perfil no Facebook uma declaração de rompimento com o meio gospel, demonstrando sua insatisfação com os rumos que esse setor tomou.

Em seu texto, o cantor solicita que ao se referir a ele, não o relacione ao meio gospel, a quem chama de “’idiotizado’ mercado”.

A declaração de João Alexandre, um dos artistas de maior relevância na música cristã e um dos precursores do movimento, discorda frontalmente do que vem sendo praticado pelo mercado: “O termo “Gospel” tem uma conotação mercadológica baseada na fama, na grana e na idolatria de artistas, bandas, gravadoras, formatos musicais, mensagens positivistas, entre outras distorções que variam conforme a conveniência dos tempos e dos “bolsos” dos brasileiros, cristãos ou não”.

Confira abaixo a íntegra do texto de João Alexandre, publicado em seu perfil no Facebook:


Peço licença para uma declaração:

Não faço mais parte, definitivamente, nem em número, nem em gênero e nem em grau, do importado movimento “GOSPEL”!

Por favor, quando alguém se referir a mim ou ao meu trabalho, não utilize esta forma de me definir e nem me inclua dentro desse “idiotizado” mercado, pelo bem da verdadeira Música Cristã Brasileira e de seus honrados e dedicados compositores, artistas e poetas que, assim como eu, sobrevivem, a duras penas, de seus talentos e trabalhos, nadando na contramão da escravidão imposta pela grande mídia!

Simplesmente me chamem de João Alexandre, músico (e olha lá!)!O termo “Gospel” tem uma conotação mercadológica baseada na fama, na grana e na idolatria de artistas, bandas, gravadoras, formatos musicais, mensagens positivistas, entre outras distorções que variam conforme a conveniência dos tempos e dos “bolsos” dos brasileiros, cristãos ou não!

Só quero, assim como qualquer músico que busca a excelência, fazer o melhor que posso com aquilo que tenho, de forma honesta e verdadeira, dormir com a consciência tranquila de que cumpro a missão que Deus me deu (de cantar sempre a Verdade!) e agradecer todos os dias a Ele por aqueles que me deixam fazer parte de seus ouvidos e de suas existências!

Se vc está no meu time, compartilhe! Se não, me perdoe!

Redação Gospel+

151 COMENTÁRIOS

  1. EU ACHO QUE NO MUNDO “GOSPEL¨ EXISTE MUITA GENTE QUE SO INTERESSA NO MERCADO EVANGELICO , NO PUBLICO GOSPEL ….ETC MAS EXISTE PESSOAS CHEIAS DO PODER DE DEUS QUE DEUS TEM EXALTADO MARAVILHOSAMENTE…
    ISSO TUDO QUE ELE FALOU AEEE… ACHO NA MINHA OPINIAO QUE ELE NAO TEVE UM ENCONTRO VERDADEIRO COM DEUS… ISSO PRA MIM É PURA DESCULPA..
    SE ELE ADORA AO DEUS DA BIBLIA ELE NAO PRECISA FAZER PARTE DESSA FAMA DESSA IDOLATRIA Q ELE FALA AEEE…
    SE FOSSE ASSIM NA IGREJA NAO TERIA QUASE NINGUEM …POR QUE NEM TODOS LEVA O EVANGELHO DO NOSSO SENHOR A SERIO…
    ADORA A DEUS E NAO AO POVO DE DEUS …NAO OLHE PARA OS QUE ERRAM MAS OLHE PARA UM DEUS QUE NUNCA ERRA…

    • Me perdoe, mas você está totalmente por fora do que ele disse. João Alexandre falou que não tratassem ele como termo gospel, que tem significado nos dias de hoje busca por grana e grana. Ele não disse que deixará de ser cristão, mas não quer ser totulado de gospel, mas só de música cristã.

      • Então:

        O Cantor, se refere ao meio nojento que se tornou o mundo gospel finaceiro e não mais quer se intitular umn carinha que prega o evangélio a fim de enrriquecer.
        A verdade é que temos na igreja um poder paralelo, assim como na política.
        Grandes nomes da música gospel são soberbos, são mal humorados e não vivem o que pregam e eu sou testemunha por que vivo nesse meio artistico.
        Já vi cantores gospel , que tem fama de Xuxa Gospel, tirar fotos com crianças em sua igreja e nem na carinha da criança olhar, nem boa noite dar as pessoas e são artistas que o público gospel consagrou, compra cd, assim como nomeio seular. “Toda honra e toda a glória a Deus” se tornou um bordão e não de fato o que afirma a frase.
        Infelizmente com os altos dízimos que muitas igrejas ganham, nãos e deveriam fazer leilões de livros e livros em programas de pastores famosos na televisão, o que mais acontece.
        Pedido de doações de milhões, acredito que tenha que haver a CPI das igrejas, por que o bolso dos pastores e famílias estão riquíssimos e muitos fiéis na verdadeira miséria.

        Enfim…

        • Apenas para esclarecer, sou pastor e meu bolso nao esta cheio de dinheiro, pastoreio a mais de vinte anos, moro em casa pastoral (ainda nao comprei minha casa), nao tenho carro, meus filhos cresceram me acompanhando, (2) batizei ambos, Deus levou um em acidente de moto. Sou professor lecionando tambem a mais de 20 anos em diversas instituições teológicas (IBE, EPOE, IBP,UNIDOS, CEFORTE entre outros) e me sinto ricamente abençoado por Deus. Portanto quando tecerem comentarios acerca de pastores, nao usem de estereótipos, e lembre-se, pastores tambem são ovelhas e tem sentimentos, e muitos trabalham com seriedade para implantar o Reino de Deus nos corações dos homens e edificação da amada Igreja do Senhor Jesus, preconceito e discriminação não devem fazer parte da nossa cultura. Shallom!!!

          • Muito bem Pr. Geremias… Os verdadeiros pastores são conhecidos de Deus. Precisamos orar e pedir discernimento a Deus para identificar os lobos no meio das ovelhas. Que O Senhor possa continuar abençoando seu ministério. Conheço e sou amigo de vários pastores, homens de Deus, que honram a Deus, o seu ministério, sua familia e sua igreja.

      • Prezado ALESSANDRO,

        Infelizmente você não entendeu o que o João Alexandre disse. Sugiro que releia o texto dele para melhor compreensão e assim interpretar o texto.

        • Ser Unção Zero é assim mesmo !!!!!!! Se Gospel foi um modo Pejorativo“idiotizado mercado” como ele diz, será que ele ainda aceita ser chamado de Cristão ???? Realmente ele é um idiota !!! Se ele quer ser um Kim da Vida … essas “músicas inteligentes” dele nunca me edificaram em nada !!!Ahh … E eu entendi perfeitamente o que ele disse …

          • Muitos evangélicos só se sentem edificados se o que ouvem lhe agradam os ouvidos…. Te aconselho a ler a Bíblia e a tentar compreender de onde vem a Unção de Deus. Leia alguns outros livros também, aumente seu vocabulário e talvez você consiga entender as letras das canções do João Alexandre. Bjus :)

          • Ele não disse em momento nenhum que deixou de ser cristão… esse texto tirei da página do facebook do João Alexandre:
            “Se os músicos se preocupassem em agradar somente a um único ouvido, o daquEle que é o Doador dos dons e talentos de todos os seres humanos, a música feita por eles seria muito melhor, porque não encontraria atravessadores nem segundas intenções!” releia o texto amigo, você não entendeu nada.. e não julgue o Kim, pois talvez ele seja mais crente que você, o Kim é membro da Igreja Presbiteriana…

          • Parece que vc não leu o que ele escreveu!!!!!

            Ele só não quer que usem o termo… e provavelmente vc seja daqueles que nem prestam atenção no que ouve, pq as músicas dele são profundas e bíblicas… pelo jeito vc não lê a Bíblia tb… infelizmente o mundo gospel gosta de coisa pro homem, voltada pros seus próprios interesses e não valoriza Deus. Muito triste seu comentário. Totalmente leigo!!

      • Eu entendi, oq rapaz acima quis dizer, q apesar de todas essas críticas citadas acima por João Alexandre, ele deveria buscar fazer o dEle e levar o nome do Senhor aonde for , pois é esse o nosso objetivo como servos de Deus. É verdade que tem alguns artistas q tem se deixado levar pelo orgulho, mas tbm há verdadeiros adoradores que tem alcançado muuitas vidas pelo seu conhecimento muuitas vezes nacional e internacional.

      • Tema interessante que o João Alexandre levantou. Realmente existe estudos em torno do “mundo religioso”, independente da religião. O fato é que são mesmo artistas; pois como diz o salmo 33 “Cantai-lhe um cântico novo; tocai bem e com júbilo”. Tocai “BEM”, com “ARTE” porque toda esta arte vem de Deus e a ELE devemos louvar! O problema é que as pessoas confundem tudo e idolatram o que não devem. E quem deveria receber todo o LOUVOR fica esquecido… mas será que este é mesmo o caminho? O que Jesus Cristo faria? Acredito que ELE valorizaria o que é bom e deixaria de lado o que não é bom… Gostaria muito que a música Gospel (principalmente a do João Alexandre) encobrisse todas estas outras “músicas” que menosprezam o ser humano, as mulheres, e ridicularizam o que podemos chamar de “música”. CORAGEM!!! O mundo precisa de artistas de Deus!

    • cara…como vc pode dizer que joao alexandre não teve um contato com Deus hein…certamente, vc deve ler pouco …nem todo mundo que vai a igreja eh espiritual rapaz…pensa nisso…não eh o ser gospel ou o ser evangelico ou o ser católico, espírita, budista…o que for, que vai te levar a Deus mas o ser Cristão…

    • Vc. NÂO entendeu amigo!!! Ele só não quer ser escravo e nem ter seu nome vinculado a esse mercado capitalista chamado “Gospel”, que não tem nenhum interesse em levar pessoas a serem transformadas pelo evangelho. E como qualquer mercado capitalista, quem governa é o Dinheiro e não o Deus da Graça.

    • ME PERDOE O COMENTÁRIO AÍ……..MAS SE TRATANDO DA LIBERDADE DE EXPRESSAR TOTALMENTE A VERDADE !!!!!!!!!! ISSO NÃO É UM QUESTÃO DE DESCULPA …………E SIM CARATER, COISA QUE O JOÃO TÊM !!!!!!!!! COMO ELE MESMO CANTA ………”QUEM DIZ A VERDADE NÃO MERECE CASTIGO….QUEM DIZ A VERDADE NÃO VIVE CERCADO DE AMIGOS…….”

      E DÁ PRA VER QUE VC TB NÃO VIVE DE MÚSICA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • É MEU CAMARADA,BELEZA OQUE VC FALOU,MESMO SENDO TAMBÉM IDIOTICE,TALVEZ SE FICASSE NA SUA,GANHARIA MAIS,TALVEZ SE VC APENAS ADORASSE,O ESPÍRITO SANTO NÃO DEIXARIA VC OLHAR ESSAS COISINHAS.AGORA,NÃO É A PALAVRA ”GOSPEL” QUE VAI SANTIFICAR NINGUÉM E SIM O COMPROMISSO SÉRIO QUE VC TEM COM ‘DEUS’,.DE REPENTE VC ENTROU EM UMA ÁREA QUE NÃO É PRA VC,O BOM ´E QUE ‘DEUS’NÃO DAR IMPOTÂNCIA AS NOSSA IGNORANCIAS,E ELE NÃO VAI VER AS SUAS,MAS ELE TE PERDOA.

    • Nossa… ta ruim de interpretação de texto hein?

      Se não conseguiu ler e interpretar um texto simples como esse, tenho medo quando você lê a Bíblia…

      Parabéns ao João Alexandre, uma vez mais ganhou meu respeito e admiração como divulgador da palavra de Deus através da música.

    • O cara esta certíssimo fez bem porque hoje o termo gospel se ridicularizou-se e tornou-se algo impróprio usado pela mídia de maneira banal por quem quer ganhar dinheiro e não exaltar o nome do Senhor não é em vão que os nomes desse meio são os maiores senhores. e esquecem que Cristo é o Senhor e que o termo gospel tem uma definição e um significado totalmente inverso do que é hoje e se alguém defende a tese contrária acha uma desculpa porque simplesmente tem sido atraída por esse movimento Jesus não veio pra isso.

    • Pelo visto e lido, você realmente não conhece o João Alexandre.

      “ISSO TUDO QUE ELE FALOU AEEE… ACHO NA MINHA OPINIAO QUE ELE NAO TEVE UM ENCONTRO VERDADEIRO COM DEUS… ISSO PRA MIM É PURA DESCULPA..”

      Em relação ao seu comentário acima descrito, eu diria que, para mim, ele foi é muito sincero e verdadeiro. Se isso não tiver a ver com o reino de Deus, omissão é que teria?
      E se as pessoas têm ou não um verdadeiro encontro com Deus, isso é entre Deus e elas, não?! Ninguém mais teria como julgar isso.

      Acho estranho as pessoas se espantarem com a publicação do João, como se ele estivesse aviltando a fé por denunciar valores consumistas que não condizem com o Evangelho de Cristo. Vale lembrar da reação do próprio Cristo ao ver o comércio que era feito dentro do templo…. leiam com atenção… delicado é que Ele não foi.

    • Concordo com o Tf. Não tem nada a ver deixar os valores cristãos ou deixar de ser um simplesmente por querer se separar de uma terminologia americana. Na verdade isso não muda nada. Os “showman” continuarão lotando as igrejas com bigbands, apelos, choros e etc, enquanto alguns poucos representarão uma música com conteúdo, tanto no quesito música quanto letra (Stênio, Silvestre, Glauber, João, Gerson, Diamanso… entre outros que torço por conhecer). Mas isso não é novidade, afinal, o que é mais popular, Tom ou Gustavo Lima?

    • Gospel é um estilo de musica, assim como o jazz, rock, samba e e outros. Não quer dizer que porque canta-se Gospel é crente ou evangélico. O João não canta musica Gospel ele canta musica evangélica e no meio pode ter alguma com ESTILO Gospel, tanto que o cantor Latino disse que vai lançar um CD Gospel, ele está errado? não porque música Gospel não quer dizer música de crente, em algumas cabeças sim. Exemplo nos EUA, eles chamam o rock de rock cristão e não rock Gospel como chamamos aqui no Brasil.

    • Exatamente tfdagospel123, o João disse o que a tempos tento expor por aí. Ele quis dizer que é cristão, não gospel. Não que o termo gospel seja errado, mas tem sido usado da maneira que ele expôs aí em cima.
      O que costumo dizer por aí é que já que se for pra ver um show gospel, prefiro ver um do mundão mesmo porque pelo menos a música é de maior qualidade.

    • Cara, tem gente que é idiota ou se faz idiota! Responde aí em qual você se encaixa pra não saber interpretar um texto simples como esse? E além do mais, demonstra que você não conhece o mínimo do trabalho desse cara, que sempre foi diferenciado mesmo no meio a que ele se refere

    • Pow mano baseado em que tu dizes que o cara não teve um encontro verdadeiro com Deus, quem somos nós pra olhar pro nosso próximo e dizer se ele é salvo ou não, a palavra de Deus nos manda examinai-vos a si mesmo, penso que estás equivocado com o seu comentário.Apoio plenamente o que nosso irmão João Alexandre disse, a fé num contexto geral virou mercadoria.O próprio Jesus não tinha nem onde reclinar a sua cabeça, nasceu em uma manjedoura, hoje o mundo gospel virou mais uma forma de ganhar dinheiro, tem cantor ” gospel” que cobra 50 mil, 60 mil pra fazer uma ministração, há e o hotel é 5 estrelas com 100 toalhas brancas e água mineral pra tomar banho, pow fala sério, e se eu fosse falar aqui dos acessórios hein tem gente orando e vendendo até meia ” ungida” travesseiro, brincadeira viu , tá passando da hora do povo Cristão acordar e começar a ter dentro do coração o mesmo sentimento que havia em Jesus, parar de ficar esperando receber de Cristo aqui nessa vida e começar a viver verdadeiramente o evangelho, João Alexandre está mais do que certo eu apoio esta idéia e defendo o evangelho simples e genuíno.

    • Brother me perdoa tbm na boa , isso mostra que tu tbm nunca teve relaçao seria com Deus , o Joao alexandre é um home de Deus usado por Deus , eu concordo com as palavras dele , eu sou musico tbm , hj em dia o mundo gospel se tornou midia , fama , rede globo abrindo as portas pq da dinheiro , da ibope , eu conheço jovens na minha igreja , que ficam escutando os cantores da moda como Thalles Roberto e Fernandinho , sao cantores de moda , sao cantores que querem fama , querem dinheiro , o Thalles falou uma vez q ele vende mais cd que qualquer cantor circular e dvd tbm pow , ele se acha q é o rei do gospel nacional , ele ja se pois la em cima , pera ai cada Jesus na vida desse Thalles Roberto ? eu concordo tudo que o Joao falou , eu prefiro tocar em outro seguimento do que se dizer GOSPEL , Gospel hj é status , o cara q n toca musica Gospel e Sertanejo , o cara é considerado lixo na musica nacional isso é errado e vc falou só bobeira ai pensa bem antes de falar algo pela internet!

    • Meu caro,

      Você realmente não entendeu nada! Talvez seja por opiniões iguais as suas que João está rejeitando o rótulo “Gospel”. Em momento algum ele diz que está abandonando a música cristã. Provavelmente, você não conhece o João e nem tem ideia da sua obra e contribuição para a música cristã. Para o triunfo do mal só é preciso que os bons homens não façam nada(Edmund Burke). Quem conhece a Deus não pode ouvir e se calar, Tem que ser profeta e sua bandeira levantar.Transformar o mundo é uma questão de compromisso,
      É muito mais e tudo isso (João Alexandre).

    • Mercado sujo, de musicalidade e poesia pobre, sem conteúdo, dotado de uma teologia mediocre descontextualizada em entorpecedora. Produzem o que tem de pior, é um escândalo para nós Cristãos sermos comparados a essa maioria chamada “Gospel”. Na maioria das vêzes esses “ícones” criados por muitos, com esses enlatados contaminam e polui a mente da maioria que ficam impedidos de pensar, mas… há tempo de se salvar. Louvai a Deus com entendimento. Adoração sem entendimento não é culto racional (rom;12:01).

    • cara entenda, se ele sair de qualquer meio intitulado gospel evangelico, seja lá o que for e viver a simplicidade de Jesus, ele é um desviado que se corrompeu, essa é a visão dos igrejados.

  2. Gosto demais de João. Demais mesmo. Mas discordo em toda esta ideia de ser melhor que todos. Tem muita porcaria sendo tocada e cantada de verdade, com letras que não tem a ver com o evangelho. E concordo em não chamar muitos destes “góspeis” de cristãos, afinal, falou de Jesus é filho de Deus. Mentira. Clara mentira e sem maiores discursos isto é certo. Mas se colocar como alguém superior, que não se mistura… sou pela música arte, onde a pessoa sai e compõe o que precisa e a expõe e vende sim por que precisa, pois o sacerdocio deveria envolver o sustento de nossos artistas e quando exigimos deles qualidade, postura, letras, arte mesmo, não pagamos pelo seu trabalho ou sequer o usamos abundantemente na igrejas, tecendo rumores de que o sacro é diferente e medieval. Lamento por João ser tão bom, tanto quanto outros o são, mas traga uma solução, ao invés de aenas se chamar de seletivo. Digno é o trabalhador de seu salário. Tem tanta música ruim e gritada que ele fez e nem por isso deixo de ouvi-lo e dizer que João Alexandre é o cara. Sempre será um dos meus mais ouvidos músicos aqui. Mas fuja a este exclusivismo. A Bíblia ensina a retermos o que é bom. Tem muita gente nova e boa neste meio “gospel”. Então generalizar é meio complicado e triste. Tem lixo no meio cristão como tem coisa boa no secularismo. As artes são maravilhosas, elas compõem a vida.
    Mas infelizmente o artista precisa vender. Senão… vai comer sabonete palmolive dado de oferta com pentes de plástico e com uma confeitozinho de homenagem… sinceramente – repito, arte é profissão. João e outros caras bons demais que eu citaria aqui, mas o cito por ser ele o que se expôs – sim estes nomes são muito 10 e viveram como missionários, onde muitas vezes não tinham senão as ofertas do ir e vir. Opção. Apenas isso. Hoje quase todos são pastores. Dependem da obra de Deus. Digno e louvável. E continuem a fazer a obra.
    De resto, não seja gospel mesmo, pois este nome é apenas “estrangeirismo”. Seja crente. Seja um cristão e vá, anuncie e cante a glória do Senhor. E já fez sua parte. Deixe estes cantarem… deixa eles louvarem… e se houver os tais mercenários, tem tantos outros em tantos meios da igreja que se fossemos tirar, quem ficaria…? Abraços João, abraços crentes e abraços aos ditos gospeis… pois assim, quer por ciume ou outro motivo, que seja o nome de Cristo pregado. Fl 1.

    • Lamento, mas você realmente não compreendeu o que ele disse. Percebo também que embore goste dele, não compreendeu definitivamente o conteúdo de suas canções. João Alexandre se conhece por suas canções. João Alexandre também se conhece por meio das pessoas quem anda com ele no dia a dia, e certamente um dia a dia que vem especialmente dos anos 80. Assim antes de criar um teoria da teologia biográfica dele, sugiro pesquisar mais. Especialmente que procure conhecer mais do assunto “música” em todas as suas dimensões (poesia, métrica, rima, compassos e acorde). Sugiro também que pesquise mais sobre mercado músical (gravadoras, distribuidoras, agenciadores, divulgadores, shows, casas onde realizam estes eventos musicais). Sugiro que também pesquise sobre a base das doutrinas/teorias/delirios que são preconizadas pelas muitas chamadas “gospel”. Bom isso é uma sugestão. Se não quiseres acatar, foi só uma sugestão.

  3. o joão Alexandre está certo,esse é um dos poucos que levam o evangelho a serio nesse país.E o com relação ao amigo que afirmou que o João Alexandre não teve um encontro com o Senhor voce esta redondamente enganado porque agora que sim ele abriu de vez os seus olhos justamente porque teme a Deus e a sua justiça.certamente voce deve ser um desses crentes que adoram se emocionar com as musicas do mercado gospel,deve que vivem chorando ouvindo louvores e acha que é a presença d Deus.

  4. Caro amigo João,estive em Uberlãndia ouvindo sua opinião a respeito de música e concordo com tudo que voce disse naquela oportunidade,portanto sua decsão ora tomada é um prenuncio do que foi falado sobre preferencias gospel,etc.Gostaria de dizer que penso que voce esta correto,na sua forma de pensar e agir,juiz,só existe um que é Deus,tenho certeza que pelo bem da boa musica,ele tambem esta concordando comvoce,enquanto isso nós continuaremos aqui ouvindo suas musicas existentes e as que ainda virão certos que voce tem feito o melhor,continue assim,nós gostamos muito de voce e de sua musica,que permite fazermos muitas viagens ao ouvir-mos e medita-mos nelas,parabens,forte abraço.

  5. Não faz mais parte do meio “Gospel”, por causa de dinheiro, mais cobrou R$ 10.000.00 pra tocar numa Conferência Evangelística aqui em minha cidade, enquanto o outro cantor cobrou 5 vezes menos para tocar em duas noites. Por favor João Alexandre, sou fã do seu trabalho, mas você dar esse lição de moral para outros cantores “GOSPEL”?

    • Olha ser reconhecido por quem e melhor por Deus ou por Homens?
      agora eu te faço uma pergunta : O proprio jesus disse que o que recebemos de graça , de graça daremos , sera que estes que estão na ” fama’ ou que são como voce referido
      como “conhecidos” que receberam um ministerio de Deus tão grandioso como o do louvor
      tem cumprido o que Jesus nos pedil “De graça recebestes, de graça deveis dar”
      (Mt 10,8b)

  6. Putz…..cada comentário bitolado que socorro. Joao Alexandre “não teve um encontro verdadeiro com o Senhor”…..rapaz, deixa de ser bitolado. Ele não quer ser chamado de “musico gospel” justamente pq conhece muito bem (creio eu) ao Senhor e esta ENOJADO com a forma que tanto a musica gospel como, infelizmente, nossas igrejas encontram-se.

  7. Concordo em genero, numero e grau com o Joao Alexandre. Que Deus continue abençoando a vida dele e que tenha forças para continuar indo contra essa midia que engessa o povo de Deus. Que nao nos curvemos a Idolos mas que possamos adorar com os adoradores ao Deus nosso Pai.

  8. PARABENIZO O JOÃO ALEXANDRE! POIS NO MEIO CATÓLICO NÃO É DIFERENTE E SE PRECISAR DE PARCEIROS NESTA NOVA JORNADA DIGO A ELE: EU TO DENTRO!

    QUERO CONTINUAR FAZENDO MINHA MÚSICA DE FORMA VERDADEIRA E VIVA ANUNCIANDO JESUS , O REINO DOS CÉUS QUE VEM, SEM BARREIRA E HIPOCRISIAS.

    FORÇA AMIGO! FORÇA…

  9. Concordo plenamente q o mercado gospel é um meio lucrativo, e muitas vezes composto por pessoas q só visam fama e dinheiro. Mas não podemos generalizar… existem pessoas honestas e q compõe suas musicas por serem apenas adoradores.
    Tanto o mercado gospel, como o não gospel, ou música secular e cristã é um mercado q visa dinheiro… e creio q tanto em um, qto no outro, existam pessoas q fazem isso por amor… ah Deus, a poesia, a arte…
    Agora o q me espanta, é um cantor q durante anos se beneficiou deste mercado, fazendo apresentações no brasil e fora dele, cobrando preços altos, hotéis… pedir para q o seu nome não seja vinculado ao mercado gospel? Hora, por favor, será q o seu sustento era tirado de q mercado…
    Depois q a gente “envelhece”, “sai de moda”, ou não estamos mais nas “paradas de sucesso” é fácil criticar né? aí é fácil declarar q vive a “duras penas”… tem muito artista, poeta renomado fora do meio cristão q tb sobrevive a duras penas, e nem por isso nehum pede q o seu nome não seja mais vinculado a música.
    Posso estar sendo até mal interpretada, pois particularmente, gosto mto das musicas e composições de João alexandre… mas na minha opinião, no tempo q ele estava “na moda”, ele se beneficiou mto deste lucrativo mercado gospel.

  10. Minha sincera opnião, é que o João Alexandre não passa de filoso, muito talentoso, que fale bonito mas se destrincharmos sua prática veremos que ele também não pega leve com a igreja no quesito “abençoar a obra de Deus”… não vou citar os valores de joão Alenxandre, mas a grande questão é que ele tem suas exigências “frescas” como todos os outros artistas da midia gospel… e sr. João Alexandre, suas exigências não saem barato ok? se quer ser diferente, não fale, faça! senão vc corre um grande risco de beirar a hipocrisia… canta músicas criticas cheias de verdade? sim! mas se eu quizesse traze-lo a minha igreja para ouvir do dom que Deus te deu, pagaria tão caro quanto outro cantor… não me venha com esse papinho furado de “não gosto de midia” e “meus cd são divulgados boca a boca” vc também está pensando é no seu camarada! tanto é, que se uma igreja não conseguir arcar com suas exigentes despesas não teria você abençoando ela.

  11. Concordo com Ele, hoje as pessoas tem músicas gospel como mais um tipo e não como louvor a Deus, ser gospel hoje tá na moda.
    A exelencia do louvor está sendo esquecida, estam cantando para se promoverem.
    É isso mesmo João Alexandre, faça a diferênça.

  12. Fico pensando: quando será que um maior número de cristãos (autênticos – comprometidos com a visão e propósitos do Reino de Deus), nas suas mais distintas e preciosas manifestações, terá a coragem, a decência e o temor a Deus para se posicionar como o Alexandre!!!!

  13. Concordo com você tfdagospel123!

    Deus não se liga a rótulos. É claro que há boas pessoas em todos os setores.

    Quem toma para si um termo comercial imposto pela mídia deve ser muito ingênuo pois a maioria — não todos — usam de má fé.
    E os poucos que não usam de má fé, como o João, estão saindo aos poucos de sodoma e/ou gomorra antes do pior.

  14. A falha do evangelismo atual reside na sua abordagem humanista. Esse evangelho é francamente fascinado com o grande, barulhento, e agressivo mundo com seus grandes nomes, o seu culto a celebridade, a sua riqueza e sua pompa berrante. Para os milhões de pessoas que estão sempre, ano após ano, desejando a glória mundana, mas nunca conseguiram atingi-la. O moderno evangelho oferece rápido e fácil atalho para o desejo de seus corações. Paz de espírito, felicidade, prosperidade, aceitação social, publicidade, sucesso nos negócios, tudo isso na terra e finalmente, o céu. Se Jesus tivesse pregado a mesma mensagem que os ministros de hoje pregam, ele nunca teria sido crucificado.

    E já que não há mais poder do Espírito Santo em nossos ministérios, em nossas igrejas e nem em nossas atividades missionárias, nós temos que fazer todo tipo de malabarismo profissional, para manter um defunto movendo-se no culto. Através dos anos, temos criado os nossos próprios guetos de artistas, superestrelas e apresentadores, com versões cristãs de tudo que há no mundo.

    Por exemplo, “a música cristã” é freqüentemente uma desculpa para artistas, muitas vezes inferiores, conseguirem vencer numa subcultura cristã que imita o brilho e glamour do entretenimento secular. Inclusive suas próprias cerimônias de premiação e seu ambiente de superestrelato. Produzir música em conformidade com os gostos anestesiados de uma cultura consumista já é ruim; imitar a arte comercializada é desperdiçar talento. Isto trivializa tanto a arte quanto a religião.

    Hoje temos o espantoso espetáculo de milhões a ser derramado na tarefa de proporcionar irreligioso entretenimento terreno aos chamados filhos do céu. Entretenimento religioso é, em muitos lugares rápido meio de se esvaziar as sérias coisas de Deus. Muitas igrejas nestes dias tornaram-se pouco mais do que pobres teatros de quinta categoria onde se “produz” e mercadeja falsos “espetáculos” com a plena aprovação dos líderes evangélicos, que podem até mesmo citar um texto sagrado fora de contexto em defesa de suas delinqüências. E dificilmente um homem se atreve a levantar a voz contra isso.

    • Em meio a tantos comentários vazios que só retratam a realidade do evangelho, encontrei o seu ! Que alegria em saber que no meio cristão existem filhos de Deus com a visão adequada da situação caótica e caída da igreja (no sentido universal e não denominacional) . Hoje a igreja evangélica está na situação da igreja católica quando foi oficializada pelo Imperador Constantino . Já existe inclusive o termo “evangélico não praticante”. Fico boquiaberta quando ouço algo assim pois o evangelho nada mais é do que a pratica da palavra de Deus. Iremos prestar contas diante de Deus quando ele avaliar nossas obras e ver que o evangelho que foi pregado , foi violado, falsificado , maquiado e comercializado. E de fato se Cristo tivesse pregado esse evangelho, Ele não só não teria sido crucificado , como teria arrastado toda a multidão e inclusive aqueles que o crucificaram e não teria cumprido o proposito eterno de resgatar toda a humanidade. Pergunto aos astros da música evangelica e dos ícones gospel que arrastam multidão “O que é essa vida tão passageira , perto da eternidade ? ”
      Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece. Tiago 4:14

  15. Acho tremenda idiotice, ele só ta nessa porque as pessoas nem lembram dele, para com isso, e faz um disco de sucesso de novo e irão lembrar de voce e fica tudo certo. Agora vem com esse papo de mercado gospel, hipocrisia.

  16. Caro João Alexandre, vc citou os dedicados compositores, artistas e poetas e disse: ” Que assim como eu”. Vc esqueceu q DEUS ESTÁ A PROCURA DE VERDADEIROS ADORADORES.Desperta!

  17. Eu concordo com o João Alexandre. A musica gospel virou um comércio, e um show infelizmente.
    Eu entendi muito bem que ele continua sendo um cantor cristão, mas não quer mais o título de
    cantor gospel. Oxalá se outros cantores também pudessem fazer o mesmo.

  18. Ele tem suas razões e eu concordo com ele. O interesse de se mudar o termo cantor evangélico p/ cantor gospel foi mercadológico sim. Como cantor evangélico o dito cujo tinha temor a Deus e respeito às igrejas q o convidava, Hoje, o mesmo vem de outro evento, chega atrasado p/ fazer a entrada triunfal e sai falando mal da igreja mas com o bolso cheio. Uma certa cantora atendeu um convite e levou a cachorrinha, na hora de cantar dava p/ um diácono segurar e a cadelinha ficava uivando enquanto ela se APRESENTAVA.
    Guarde os seus preceitos, irmão.

  19. e se ta decepcionado recebeu uma má noticia do meio gospel faz como nemias senta fica triste chora lamenta ora chama os verdadeiros e vai reconstruir as muralhas a cidade os estragos, mais pular fora do barco mal exemplo

  20. Bem, Eu concordo com a visão dele sobre grande parte de mercado gospel…
    Mas não concordo que seja todo mundo, se ele não quer ser rotulado… tudo bem, mas isso é mto mais uma escolha pessoal, o fato é : escolher ou não escolher a idolatria, e isso está acima de qualquer rotulo.

  21. Meu camarada, sua fala é muito louca! Encontro verdadeiro com DEUS? Fala sério!!!
    Não fale nada amigo. Fique calado. Provérbios de Salomão diz que “até um tolo calado é sábio.”
    A propósito, Me perdoe.

  22. Acho isso pura bobagem. João Alexandre está sim é magoado com o “mercado” que lhe deixa uma fatia muito pequena comparada a dos outros artistas, até mesmo porque ele é que produz e distribui seu próprio material. Mesmo assim, sei de fonte fidedigna que afirma ter pago 5.000 Reais de cachê ao cantor, fora outras dispezas por um único fim de semana em sua igreja. Não tenho nada contra o que cada um cobra, mas se alguém cobra o que cobra é poque tem outro alguém que paga. Você então pode imaginar de quanto seria esse cachê se João Alexandre fosse tão solicitado como outros cantores mais “famosos”. Minha opinião é que na realidade, João quer mesmo é tirar de sí mesmo o “estigma” de cantor evangélico e cruzar as fronteiras em busca de novos horizontes de maneira oficial como quis fazer a Banda Catedral há alguns anos passados. Ele sempre foi um crítico até mesmo da própria igreja. Outra informação que me chegou é que ele mesmo é um membro fantasma de uma igreja a qual não frequenta há anos. Além disso, temos que entender que, estilos e gostos musicais são meras preferências e não podemos sair por ai criticando os outros estilos de música como se fossem um lixo somente porque é da preferida do “mercado” ou porque acho que minha música é mais brasileira do que a dos outros. Ninguém se engane, tudo o que se torna objeto de alta demanda atrai o mercado, até mesmo João Alexandre estaria no “mercado” se seu estilo (que aliás gosto muito) estivesse em alta demanda. Tenho 45 anos de idade e desde minha infância já vi diferentes grupos e estlos musicais que estiveram em alta e depois se foram sem deixar rastro. Infelizmente é assim! As novas gerações têm novas preferências e são eles quem determina as tendências e não os artistas. A menos que o artista siga a tendência das novas gerações, sua popularidade está fadada a diminuir com sua própria geração. Aqui vai um elogio a João Alexandre e também um desabafo: Super professional, ótimo estilo e musicalidade, mas já estou cansado de ouvir regravações de antigas canções e também não me interessa muito canções que não expressem a essência do evangelho. (falei!)

    • Concordo com você em numero gênero e grau gosto das musicas do estilo mais a atitude de se isolar e ficar “A parte” soa como arrogante como se fizesse parte de “uma classe mega santa e superior” de músicos cristão ..lembrado que toda generalização é perigosa !

    • Olha ser reconhecido por quem e melhor por Deus ou por Homens?
      agora eu te faço uma pergunta : O proprio jesus disse que o que recebemos de graça , de graça daremos , sera que estes que estão na ” fama’ ou que são como voce referido
      como “conhecidos” que receberam um ministerio de Deus tão grandioso como o do louvor
      tem cumprido o que Jesus nos pedil “De graça recebestes, de graça deveis dar”
      (Mt 10,8b)

  23. Eu tbm acho que o Alessandro se equivocou em seu comentário, pois a verdade foi falada por João Alexandre, sem que ele denegrice ou negace sua fé em Deus, pelo contrário, ele se envergonha exatamente daqueles que só querem a fama e dinheiro e nada de compromisso real com Deus.
    Faz tempo que o mundo jáz no malígno, só que as estratagemas de satanás são diversificadas a cada temporada ou qd as pessoas descobrem outros meios de ficarem longe de Deus, lá vem ummeio ou jeito novo de “adorar” a Deus. Entenda, não estou dizendo que TODOS os cantores gospel estão longe de Deus. Mas que poucos são os que adoram em Epírito e em verdade.
    Aplausoa á João Alexandre-cantor!!!

  24. Não julguemos nada nem A nem B, cada um prestará contas de si a Deus. O gospel tem sido benção e muitas vidas tem se chegado a Cristo graças a este gospel que tem invadido a mídia. Louvo a Deus cada vez que vejo um cristão na TV, o nome de Cristo tem sido pregado. O coração só Deus conhece, se sincero ou se só por grana. João suas canções são lindas, mas critique menos e viva mais Cristo.

  25. Parabens pela atitude Joao Alexandre, continue cantando, mas no intuito apenas de louvar o Senhor, pois o que vemos é um grande interesse do mercado da musica no setor gospel para nao perder mercado. Ate canal de TV que tinha verdadeira aversao a qualquer divulgação relacinonada ao Cristianismo, hoje esta divulgando este grande numero de bandas que dizem que ser “gospel”, mas realmente o que vemos é um interesse financeiro tanto de quem canta quanto de quem patrocina. Tudo que é feito por um Cristão no intuito de louvar a DEUS, deve chegar sem nenhum custo aos Irmaos, pois DEUS tem nos dado muito mais do que merecemos e nao nos custa nada. Deus abençõe a todos.

  26. Eu entendo perfeitamente o que o cantor está dizendo e concordo plenamente. Minha visão não é diferente. Que Deus em sua infinita Misericórdia, receba nossos dons e talentos colocados ao dispor da Glória de Deus. João Alexandre vc e sua família sempre serão benção de Deus nas nossas vidas. Louvo a Deus pois os anos não corromperam seu coração. Deus te abençoe por sua ousadia de andar na contramão de tudo aquilo que não agrada a Deus. Gde abraço!

  27. Muitas palvaras e pouca atitude de adorador. Idolatria não é um problema a ser tratado “pelo adorador”. Se fosse assim, pastores que lançam livros abençoados e que vão pregar em muitas igrejas deveriam se preocupar também com a “fama”.
    Que Deus o abençoe na nova etapa e eu creio no Deus de Mateus 6:33. O Deus que quando eu O busco, me dá todas as coisas. Me honra, me dá prosperidade, seja física, na saúde ou financeira.

  28. Cara, já que ele disse a opinião dele sobre a musica gospel, eu também vou dar a minha opinião sobre ele: João Alexandre pra mim é um “convencido pelo evangelho”, (enquanto existem convencidos e convertidos) e o que ele sempre quis na verdade foi ser um cantor de MPB secular, mas por ter nascido e se criado dentro de um contexto evangélico, talvez tenha tido receio de não ser aprovado pela família ao tomar a decisão de se desligar do protestantismo e correr atrás do seu “sonho popular brasileiro” então, ele vem querendo ganhar um espaço na mídia cristã fazendo composições um tanto quanto críticas referidas, obviamente a quase todas as denominações que não tivessem os pensamentos com os quais ele cresceu e assim foi ensinado, na minha opinião João Alexandre é um grande “chamador de atenção” .

    “Gospel”, traduzido do inglês seria “Evangelho”, e se fossemos traduzir etimologicamente e inteiramente o termo “Cantor Gospel” seria algo parecido com: “Cantor do Evangelho” , eu entendo que ele não queira ser comparado aos cantores gospel de hoje em dia, mas deixar acho que não seria esse o termo que ele deveria usar…

    Mas talvez ele só esteja fazendo o que ele sempre quis: cantar apenas a MPB dele, só MPB.

    • Me perdoa, mas tenho que discordar de você….

      Quanto ao João, ele continua fazendo a música cristã que sempre fez…. em nenhum momento ele disse que está “rompendo” com a música cristã. E se ele quiser tocar músicas sem um caráter explicitamente cristão, também é problema dele… mas se você olhar a obra do João, verá músicas profundamente bíblicas e cristãs, como “Viver e Cantar”, “Canção da Alvorada”, entre outras…..

      E em relação ao termo gospel, não basta olhar para o significado puro das palavras sem olhar para o meio em que ela é utilizada…. por exemplo, todo cristão é necessariamente católico (de acordo com o significado bíblico), mas nenhum protestante usa o termo porque é naturalmente associado à instituição católica apostólica romana…. e o contrário também é verdade, todo cristão que segue o evangelho é evangélico, mas nenhum católico se chama assim porque hoje é associado aos cristãos protestantes (em maioria neo-pentecostais)…. Eu mesmo prefiro me apresentar como cristão ao invés de evangélico, para não criar um pré-conceito nas pessoas que não sabem diferenciar uma doutrina da outra…..

      Se no Brasil, a palavra gospel está associada a um determinado contexto musical e mercadológico que a pessoa não concorda, é melhor expressar isso de forma clara…. o que não a desmerece como cristã!

  29. eu concordo plenamente com ele.existem adoradores, e os que gostam de fazer show .ele quer ser , adorador ,e nao precisa de aplausos, de ninguem para se auto promover. ,ele so quer estar na santa vontade do pai ,e esta tambem buscando saber ,o que mais agrada ao nosso senhor . os do show,buscam muitas vezes aplausos para eles mesmos . essa coisa de gospel, mudou muito a verdadeira adoracao, que era dirigida a Deus.a e frente irmao ,e assim que papai do ceu gosta ,o importante e que u agrads a ele e thats it .

  30. Parabéns ao João Alexandre.Gospel é importação dos EUA.Aqui é evangélico.Depois disso,as programações são chamadas de show,os cantores viraram artistas,tem aplausos,histeria,vaidade,fã clube etc.Interesse financeiro é o que predomina.Grande parte destes cantores pertenciam a uma banda famosa e não conseguiram fazer sucesso no mundo,aí passaram para o gospel sem ser membros de alguma igraja evangélica.Fora o show.A Deus toda honra e toda glória.

  31. JOÃO,CONTINUE LOUVANDO AO SENHOR SEMPRE,RÓTULOS NÃO DEFINEM UM HOMEM DE DEUS,MAS O QUE ELE FAZ PARA O REINO ,SIM .INCOMODE O INFERNO COM SUAS MUSICAS,SUAS LETRAS,QUE EXALTAM AO DEUS VIVO,E CONTINUE,POIS,”AQUELE QUE COMEÇOU A BOA OBRA EM TI, É FIEL E JUSTO PARA CONCLUIR”.

  32. Apesar de entender o que ele quis fizer, ele está perdoado. Se formos por essa ótima, daqui a pouco, ninguém vai querer ser chamado de evangélico, crente, protestante, cristão, pastor…etc, em tudo temos o joio e o trigo. Se o João é Trigo…ele não precisa chamar o joio de idiotas….Se ele é sal e luz, que ele faça a diferença como sempre tem feito. Vender, estar na mídia, fazer sucesso, faz parte do meio, desde que tudo seja para honra ee glória do senhor. Fico muito preocupado com essas declarações alá Caio Fábio, Silas, etc…homens de Deus, só que agridem sem necessidade o próprio meio.

  33. Só para pontuar alguns conceitos que acho que muita gente está confundindo….

    – Música Cristã: música composta por cristãos que refletem a cosmovisão de mundo cristã.

    – Música Cristã Brasileira: música cristã composta por autores brasileiros e que refletem a cultura brasileira. Esse movimento começou na década de 70 e foi consolidada com o Disco de Vento em Poupa do VPC (muito antes do “Gospel”).

    – Música Gospel – Termo que se refere há um determinado estilo de música Norte-Americano cantado pelas igrejas de afro-descendentes. No Brasil, o termo foi importado com a intensão de se criar uma “marca” para a música produzida por algumas igrejas e gravadoras. Hoje o termo gospel é utilizado de forma mercadológica, como um “selo de qualidade” do que um cristão deve ou não consumir.

    – No contexto brasileiro, música gospel NÃO É IGUAL a música cristã. No máximo, é um sub-conjunto… mas levando em conta a quantidade de heresias que são cantadas com o selo gospel, apenas uma intersecção.

    – Assim como o cenário Gospel, existem outros cenários de música cristã, como o de Louvor e Adoração, a MPB Cristã e o Alternativo.

    – O João não está deixando de fazer música cristã, nem mudando o tipo de música que ele faz, O João está dizendo é que ele não está inserido no cenário chamado Gospel.

    Espero que algumas pessoas possam entender melhor o que o texto diz agora,……

  34. Concordo com o João. É uma pena que o termo “artista gospel” perdeu seu significado original, que é a propagação do gospel (evangelho, boas novas) por meio da arte, do artista. Acabou se tornando um mercado, como ocorreu com o templo no tempo de Jesus, e o mesmo expulsou aqueles mercadores de lá. Quisera eu que pudéssemos nos referir ao meio gospel como uma face da multiforme graça de Deus, um ponto de bênção, sabe. E mais ainda, que fosse reconhecido por não-cristãos de uma forma boa, não pelos lucros ou pela falta de espiritualidade.

  35. Sou admirador do trabalho de João e canto algumas de suas canções.
    Assim como ele, sinto saudades forma antiga e careta de chamar a música gospel, na nossa época diziamos: música sacra ou cristã, onde o teor das letras objetivava pura e simplesmente a evangelização.
    Parabéns João pela escolha, Peço a Deus que você e outros “honrados e dedicados compositores, artistas e poetas da Música Cristã Brasileira”, mencionados por vc em seu texto, possam resgatar estes princípios que foram sufocados pelo sistema atual.

  36. O que está acontecendo na música Gospel está também no secular.Mas no meio Cristão deveria ser diferente já que somos guiados pela palavra de Deus.O João está indignado com razão a mídia que vincula os artistas que estão em evidência não é regida por uma ética Cristã e sim mercadológica.Essa forma desvirtua a música Cristã da sua natureza que é ser veículo da proclamação do evangelho e não entretenimento.O João representa o melhor da música Cristã do Brasil não precisa de rótulos é música boa que honra a Deus.

  37. Achei mto interessante o texto, mas não reflete mto a realidade do momento musical. Tem q entender q o meio mudou e as informações musicais tbm estão mudadas…Quem é do meio sabe as custas de uma produção e ter q fazer uma divulgação é + complicado ainda se vc é independente e não tem estrutura forte ajudando…Ninguém vive só de nome, tem q tocar p ser ouvido…Ser gospel ou não, sei lá!!Uma palavra apenas não vale como significado de um meio de evangelização poderoso q é á música. Falando nisso, sendo “gospel” ou não, a música ainda é uma arte…Sou fã das músicas do João mas acho q ele devia pensar em quem tem outros propósitos musicais…Queria ver este discurso todo se a Sony pedisse p editar toda a obra dele oferecendo uma boa grana…kkkk

  38. Sou contemporâneo desde o tempo em que os pastores eram os primeiros a chegar na igreja e entravam pela porta dos fundos. Era os últimos a sair da igreja, e saíam pela porta da frente, após cumprimentar os presentes.
    Sou contemporâneo desde o tempo em que os recursos audio-visuais não prejudicavam e tempouco desestimulavam a leitura da bíblia.
    Sou contemporâneo da Escola Dominical.
    Continuo contemporâneo no atual perfil da Igreja de Jesus.

  39. Caros Irmãos, (acredito que todos sejam)

    tenho muita vergonha de muitas vezes ser chamado de evangélico, de “crente”, e acho que acontece a mesma coisa com o João Alexandre. Para me fazer entender, voltemos a Jesus que, destitui a igreja instituição, prédio, e sistema onde uma pessoa é responsável por algo, outro é pastor, outro é isso ou aquilo. Jesus quando morreu e ressucitou ao terceiro dia, desfez o templo e o fez de novo em 3 dias (como está escrito). Ele instituiu outro templo, outra morada para Deus, que somos nós. E o que vemos hj são irmãos querendo se formar em um curso superior, vai tira um CNPJ, e funda uma igreja. Bom sem querer me aprofundar muito. O erro que vejo é: Ninguém hj vai a um show gospel, vai a uma noite de adoração ( hipocrisia né gente!!! ). Hoje não se funda uma banda, mas sim um ministério de adoração. Acho que precisamos repensar alguns conceitos. Pensem e orem ao Senhor. Não vou ficar aqui falando o q tá certo, mas acho que tem bastante coisa errada.. Ah! Isso tem!

  40. É, entendo a posição do João Alexandre, ele esta desvinculando a sua carreira musical com o meio intitulado “GOSPEL”. Hoje essa galera só visa grana. Se você tentar trazer hoje um cantor gospel, renomado, que você gosta de ouvir, no minimo e de R$ 10.000, fora passagem, hotel 3 estrelas, fazem um monte de exigências do tipo,(Cardápio, n° mínimo de pessoas que terão acesso a ele, n° x de toalha de rosto, e só canta com todo pagamento efetuado antes de começar a cantar). Essa e nova geração de ADORADORES?.

  41. Aprendo com jesus que não é preciso fazer propaganda nem rotular o evangelho pra que a diferença seja visivel. Que diferença faz se góspel ou secular não levam as pessoas a enchergarem o essencial das coisas, se não as levam a respeitarem suas diferenças.
    Que Deus nos livre de tanta estupidez e hipocrisia religiosa!

  42. Sou fã de todos os cantores evangélicos da dec de 70 até 90, vencedores por Cristo, Guilherme Kerr, Pimenta, Rebanhão, Jairo Larozza, João Alexandre, Tirza, Jovens da Verdade, Milad, Logos, Janires e muitos outros que nos emocionaram e nos elevaram e uma verdadeira adoração. Mesmo nessa época haviam pessoas que usavam o meio evangélico para ganhar fama, dinheiro eu não digo porque nessa época não se ganhava dinheiro com musica evangélica. Hoje em dia a musica Gospel virou uma vergonha, não consigo ouvir uma radio evangélica porque ou escuto melodias de musicas das paradas de sucesso com letras adaptadas – sertanejo, axé, funk e outros ou musicas que são verdadeiros mantras. Gospel é a moda do momento, até a Gretchen lançou um CD gospel com o Piripipim de Jericó (tem base)? Com o movimento neo-pentecostal em crescimento no nosso país, cresceu também a musica gospel na qual a emoção que nos prepara para nos elevar a Deus. A Igreja Batista da Lagonha foi um dos grandes percursores deste movimento.
    João Alexandre foi até minha igreja a um ano e nosso pastor teve que intervir em alguns comentário que ele fez que é completamente antibíblico.
    Não tenho como julga-lo porque só Deus conhece o nosso coração mas esta declaração dele é o reflexo não só dele mas de muitos cantores que também se envergonham do que se transformou a -dita música gospel.

  43. Amantes de Cristo.

    Estamos no mundo. Não somos do mundo, certo? Deixa a coisa rolar como deve. Fica cada um na sua. Não se preocupem se alguém ganhará ou não dinheiro com isso. Dinheiro é um deus. Fama é um deus. Viu o que escrevi? deus com “d” minúsculo. Se o João Alexandre já se cansou dessa onda “Gospel”, logo logo outros se cansarão. O que causa cansaço não é de DEUS. O importante é que o EVANGELHO é pregado. Não importa a forma, o local ou por quem quer que seja. Se DEUS quer assim, não somos nós que vamos consertar o planeta, né? Eu tenho notado que muita gente está aderindo a essa onda musical “gospel” porque no mundão não fizeram sucesso, então está trocando para o nosso lado. Só que se não for nascido de novo, não prevalecerá. Levita é sempre Levita. No palco se canta para o povo. No púlpito se canta para Deus. Onde é melhor? Faça o que é melhor para você e que não te prejudique. Fiquem na PAZ de Jesussssssssssss.

  44. Pessoal!

    1º – Acho também que o João está certo, em querer ser diferente, não em soberba, mas em temor e respeito as coisas de DEUS e como somos todos inteligentes aqui neste fórum, acho que entendemos o posicionamento do nosso irmão em Cristo!
    2º – Sobre os R$ 10.000,00 ou qualquer outro valor que foi cobrado por João e Equipe, me posiciono da seguinte forma: “O Músico/Adorador, poderia exigir somente as passagens aéreas, alimentação e estadia (tudo isso conversado, não sai caro pra nenhuma das partes). E quanto à ajuda ministerial, (porque li a maioria dos comentários sobre…o obreiro ser digno do seu salário),…repito, quanto a ajuda ministerial, retirasse uma boa oferta (oferta não tem valor estipulado ok!!!)…e repasse ao músico/cantor/adorador, para que ele possa manter seus músicos, escritório, famílias e etc…”
    3º – Agora me diga aqui…quem de nós podemos falar desse ou daquele, aqui ou em qualquer outro fórum, sobre “caráter”, “almas pra Cristo”, “vida de santidade” e coisas semelhantes?
    Será que temos REALMENTE cumprido com os propósitos de Jesus Cristo, pra o resgate dos perdidos? Se sim…amigos fiquem a vontade pra DESCER O NÍVEL do nosso AMOR POR DEUS SOBRE TODAS AS COISAS e ao PRÓXIMO COMO A NÓS MESMOS!
    Porque se já cumprimos de fato o nosso papel aqui na terra (tarefinha de casa), aí sim; estamos com tempo pra SERMOS JUÍZES de uma decisão do João e sentenciá-lo a exclusão do meio Cristão e quem sabe a morte né!
    Por tanto caros juízes…não orem não! Não vigiem não! (Rs…)Vamos em frente, arrebentando com a gente mesmo, trazendo escândalos e deixando os precisam ouvir a (PALAVRA DE DEUS (God’s+Pell) = Gospel), sem salvação!

    Me perdoem os que não precisavam ler isso!
    PS.: ANTES DE ESCREVER PRA VCS, ME INCLUO NO 1º LUGAR DA FILA, PQ NÃO QUERO PASSAR POR “HIPÓCRITA” E JUIZ FARISEU, PQ TBM NÃO TENHO FEITO A VONTADE DE DEUS COMO DEVIA SER!!!

    OBRIGADO!

  45. Gostaria de chamar à atenção de meus nobres irmãos, que, enquanto os Sres estão discutindo uma decisão de um homem, milhões de vidas estão se perdendo vamos pregar o evangelho e “deixar os mortos enterrar seus mortos”! Peço por favor: VAMOS ANUNCIAR O REINO DE DEUS, ISSO SIM É IMPORTANTE!

  46. Música gospel (do inglês gospel; em português, “evangelho”)[1] ou música evangélica é um gênero musical composto e produzido para expressar a crença, individual ou comunitária, cristã.

    Como outros gêneros de música cristã, a criação, a performance, a influência e até mesmo a definição de música gospel varia de acordo com a cultura e o contexto social. A música gospel é escrita e executada por muitos motivos, desde o prazer estético, com motivo religioso ou cerimonial, ou como um produto de entretenimento para o mercado comercial. No entanto, um tema de música gospel é louvor, adoração ou graças a Deus, Cristo ou o Espírito Santo.

  47. João Alexandre está certo.E R$ 5.000,00 para um sujeito se deslocar de CampinasSP) com banda de 4 integrantes é um valor irrisório, mesmo com as despesas pagas. Cantores/bandas com muito menos talento que o João cobram R$ 30 mil. A igreja poder arcar com esta despesa já é outro departamento. Mas acho absurdo quererem colar ao João uma imagem de mercenário..

  48. Concordo totalmente com o João Alexandre, mas em breve Jesus vai voltar e todos e todos terão que prestar contas com o nosso Deus. Deus me chamou para cantar , e falei para Ele que só iria se fosse numa comunidade, nos hospitais , asilos ou orfanatos, là tem almas para Jesus e o talento que Ele tem me dado é para a sua glória.

  49. O Joao Alexandre tem credibilidade… e mais uma vez fala a pura verdade… o falsos ADORADORES vao prestar contas um dia… mas enquanto isso…. Deus vai agindo Soberanamente e atingindo aqueles que precisam ser atingidos pela Sua Palavra…. usando inclusive estes falsos Adoradores…. que pela Graca podem tambem ser alcancados,,,,DEUS EH BOM!!!!! Vamos louva-lo com sinceridade e orar por aqueles que pensam estar louvando…

  50. Que pena! Gosto muito do estilo do João Alexandre e a comunidade evangélica está perdendo um compositor, cantor e músico de grande valor não só como artista bem como um cristão que fala e canta a verdadeira Palavra de Deus. Continuarei a lhe admirar e a ouvir e cantar suas músicas.

  51. Vamos deixar de falar quem ta certo ou errado. Vamos olhar pras almas perdidas e pra cima onde está o Senhor. Ela já está as portas, e nós já estamos cansados de disse me disse, escândalos , falcatruas , enfim, mal testemunhos é o que não faltam.MISERICÓRDIA, SOCORRO! MARANATA!
    APOCALIPSE 22;11

  52. Quem conhece o João Alexandre, sabe exatamente o conteúdo que ele tem para falar sobre música cristã.

    Se vc por incrível que pareça não recebe uma pessoa testemunha de jeová, tome muito cuidado pois vc está se alimentando das mesmas heresias.

    Tomem muito cuidado para se alimentarem de carnes o que na verdade são gatos misturados com tempero.

  53. olha pessoal boa tarde,eu digo uma coisa ,vamos respeitar aritsta A ,B OU C ,o que qeuro dizer com isso , tem gente que gosta do joao alexandre como tem gente que gosta do fernandinho certo,e nao quer dizer que a musica do joao alexandre seja mais inspirada do que a do fernandinho e vice e versa,alguns sentem a presença de DEUS na musica do J e outros na musica do F, mas entendi bem o que ele quis dizer sobre a musica gospel que se tornou comercio e status agora é muito facil e pra mim feio vce comer por 30 anos em uma casa e depois dizer que ele nao serve mais uma comida boa,o que quero dizer com isso tambem mesmo ele tendo falado isso será impossivel ele nao ser rotulado como gospel pois a sua origem é do meio cristao que foi dado como GOSPEL pela midia,acho eu que ele deveria agir por outros meios mas agiu da maneira que ele achou correta DEUS abençoe a todos e de entendimento pois precisamos propagar o evangelho e nos unir e nao criar picunhas e pulpitos da MIDIA !! A PAZ A TODOS

  54. Para mim blá, blá, blá “GOSPEL” e “EVANGÊLICO! é coisa de quem não quer se declarar SERVO DE DEUS! CRENTE! PROTESTANTE! Neologismos que deixam dúbias as suas reais intenções.
    No presente caso, quando o João Alexandre escreve: “Por favor, quando alguém se referir a mim ou ao meu trabalho…”… Ora João, não teria sido melhor se tivesse dito: Por favor, quando alguém se referir a mim e ao serviço que presto a Deus…?!
    Meu trabalho… música cristã… música sacra…
    NÃO DEVERIA SER SERVIÇO AO SENHOR?! CONSAGRAÇÃO AO SENHOR?!
    Artistas! Deus não quer artistas! QUER SERVOS… FIÉIS… LEAIS… DEDICADOS… CONSAGRADOS…

    • Caro Jones,
      Percebi que você se preocupa bastante com o emprego correto dos termos. Por isso, queria que você ampliasse seu entendimento em relação a palavra artista. Não a veja como algo negativo.

      Os artistas vêem as coisas de um modo diferente daqueles que não são artistas. Nós notamos os detalhes; apreciamos variação e beleza. Algumas pessoas podem olhar para o céu à noite e tudo o que vêem é um punhado de estrelas. Mas um artista olha para ele e vê beleza e significado. Artistas querem sentar sob as estrelas e absorver tudo o que conseguem enxergar. Querem pintar um quadro disso ou escrever uma canção ou um poema. Debussy foi tão tocado pelo céu da noite quando escreveu Clair de Lune. Van Gogh foi inspirado por ele e pintou Noite Estrelada. O rei Davi foi um artista que olhou para o céu à noite e escreveu isto: “Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, e a lua e as estrelas que estabeleceste, que é o homem, que dele te lembres? E o filho do homem, que o visites?” (Sl 8.3-4).

      Muitos artistas são mencionados pelo nome nas Escrituras. Não posso mencionar todos, assim sendo, falarei apenas de alguns. Davi foi um músico e compositor talentoso, alguém que é descrito como um homem segundo o coração de Deus. Quenanias foi um grande cantor e um regente (1 Cr 15.22). Há um grupo de músicos em 1 Crônicas que chamo de percussionistas cantores. Seus nomes eram Asafe, Hemã e Etã (15.16-19), e eles eram vocalistas que davam o ritmo a todos ao tocar os pratos. Bezalel era um artista visual extremamente dotado (Êx 35.30-33).

      Abço, irmão.

  55. Esse escolheu o melhor caminho.Já não dá para ouvir uma musica cristã de qualidade.A musica chamada gospel,não é nada mais do que um livro de auto ajuda,estilo,Paulo Coelho.São verdadeiras mantra indianos.Sem nada,só agrada as grandes gravadoras e os produtores musicais. Se que todos os cantores,precisam de vestir,alimentar da sustento para seus familiares,mais hoje são verdadeiros exploradores da fé cristã.São astros,pede para terem camarins,querem frutas importadas e exóticas e ainda que uma verdadeira fortuna,para ficarem num palco,como fosse um cantor secular. E a rede Globo,vendo esse filé resolve pegar uma meia duzia,de pessoas que não tem compromisso com Deus,e se tiver deve ser algum deus desconhecido e cria o festival Promessa,e um bando de bobos,ainda dão gloria a Deus,por a Globo está dando espaço para os evangélicos. Mais não sabe que a Globo,não faz nada de graça,só visa lucro . Parabéns João Alexandre,por sair do meio desse povo que só pensa nos tesouros da terra.Bom seria que outros adoradores em espírito e em verdade abandonasse esse barco chamado Gospel.

  56. Quantas vidas foram abençoadas através dos seus cânticos de louvor a Deus. Um dom está sendo enterrado. Acredito no que ele falou, mas devia seguir divulgando a mensagem de Cristo em forma de melodia, em forma de cd´s, oportunizando aqueles que não têm oportunidade de ouvi-lo no templo.

  57. QUE BOM, FICO MUITO FELIZ EM VER A ATITUDE DO GRANDE CANTOR E COMPOSITOR JOÃO ALEXANDRE, QUANDO ELE DIZ NÃO QUERER MAIS SER ENTITULADO COMO CANTOR E COMPOSITOR DE MÚSICA “GÓSPEL”. É LAMENTÁVEL OUVIR, INCLUSIVE DENTRO DAS IGREJA MUITAS DELAS SECULARES, CANÇÕES QUE SÓ EDIFICAM O HOMEM, IDOLATRAM O ARTISTA GÓSPEL E LEVAR A VERDADEIRA PALAVRA DE DEUS QUE SERIA O PROPÓSITO ÚNICO E PRINCIPAL, NÃO OCORRE. E VER UM DOS PRECURSORES DA BOA MÚSICA CRISTÃ TOMAR ESSE TIPO DE POSIÇÃO, REFORÇA A MINHA IDÉIA DE QUE NEM TUDO ESTÁ PERDIDO. CONGRATÚLO-ME O IRMÃO JOÃO ALEXANDRE NESSE SEU POSICIONAMENTO E ESPERO QUE OUTROS VERDADEIROS REPESENTANTES DA DIFÍCIL E MUITAS VEZES INGRATA OBRA DA EVANGELIZAÇÃO
    POSSAM FAZER O MESMO E SE LIBERTAREM DAS AMARRAS DESSE MOVIMENTO QUE POUCO CONTRIBUI PARA UMA VERDADEIRA E GENUINA CONVERSÃO DE ALMAS E MUDANÇA DE VIDAS NA PRESENÇA DO SENHOR.
    PARABÉNS JOÃO PELA SUA ATITUDE E UM GRANDE ABRAÇO.
    JOSIAS.

  58. Que dozinha dele,coitadinho,muito injustiçado o moço,ÔÔÔÔ meu Deus,boa sorte na nova carreira,mas que ele seja excelente no que for fazer,porque,tudo nos dias de hoje gira em torno do mercado consumidor que aquece essa bosta chamada de economia nacional

  59. A grande verdade é, que como no meio secular, existe uma mídia que promove alguns cantores e despreza outros. Surgem modismos e aquele que não acompanha as tendências é condenado ao esquecimento. O sucesso é o tema que está na moda, como foram restituição, chuva, entre outros; bem como os artistas de fama repentina e efêmera, tal como no mundo.

  60. a fama e dinheiro é uma consequência do esforço de um artista gospel e é uma profissão. e um meio do o artista sobre viver a sim como um pasto que na verdade os músicos e cantores e´rá para receber pela Igreja como ta na Bíblia mas infelizmente não acontece essa é a minha opinião sol músico e professor de música o bregado fica na paz .

  61. Acho que o João tá ferido!
    Sempre gostei dos trabalhos dele, mas ultimamente o sinto um pouco agressivo… um pouco revoltado…
    Percebo isso até mesmo em algumas de suas composições!
    Fiquei sabendo que ele tá andando com o caio fábio. Não sei se é verdade…
    Não ligo pra nenhuma nomenclatura. Não acho que é isso que vai mudar a vida de alguém!
    Não me importo com os termos gospel, evangélico, cristão, crente… Isso não faz a menor diferença!
    O que realmente importa é se Deus está agradando de mim ou não… O resto é bobagem…

  62. Não vou entrar no mérito da parte financeira que envolve a música gospel porque conheço muito pouco esse quesito. Tenho a lamentar a pobreza teológica existente em boa parte desse gênero musical. Há uma grave inversão na relação criatura Criador, em quem oferece e quem recebe adoração e um sofrimento emocional em boa parte dos compositores. Vencedores por Cristo juntamente com João Alexandre e tantos outros bons intérpretes e compositores da música sacra representam uma geração que sabiamente musicalizou a Bíblia e o amor de Deus por nós.

  63. Eu fico triste com essas igrejas de hoje e com certeza não está agradando à Deus.
    O que a gente vê nos dias de hoje são crentes fanáticos. Já tem “crentes” por aí chamando Aline Barros, Cassiane, Ana Paula Valadão, Fernanda Brum, a vingativa (Damaris) de “divas”. Sem falar em grupos rotulados “Gospel” (Oficina G3, Novo Som, Diante do Trono…) aquele grupo que nega a Trindade, Voz da Verdade (ou Voz da Mentira) etc. Esses “artistas” além de arrogantes, cobram fortunas pra se apresentar (ou pior, fazer shows) em igrejas.
    Os evangélicos de hoje estão idólatras. Até pastores são idolatrados. O Edir Macedo, o Valdomiro Santiago, o Estevan e a Sônia Hernandes, o RR Soares, Silas Malafaia e tantos outros “vendedores da fé”.
    O meio “Gospel” se tornou vulgar. Hoje qualquer um pode gravar un CD Gospel e vender milhões como o Thales Roberto (se é que ele canta alguma coisa). Até a Joelma do Calypso também já quer ganhar dinheiro dos crentes trouxas.

    Procurem mais meditar na Palavra de Deus do que ouvir certas músicas “Gospel” que surgem por aí.

  64. Bla bla bla bla… Discurso político! Fala uma coisa e faz outra. Se manteve e teve bons muuuuuito bons privilégios e conforto com o dinheiro do mundo que ele repudia : “mundo gospel”, mas foi através desse mundo gospel que comprei alguns cd’s seus em apresentações suas em igrejas e não foram baratos.
    Não se houve falar mais em João Alexandre! Os novos vieram tomando o espaço e parece que alguns “antigos” não gostaram muito rs… Vejo o Grupo Logos, QUE ALEGRIA, tenho o prazer de comprar os CD’s sem medo de ser feliz e sabendo que não terei que ouvir (entre uma canção e outra de ministração da Palavra) uma canção alfinetando outros cristãos.

  65. Muito legal a atitude do João. Ele usou a palavra certa ao definir como idiotizado o mercado “gospel”. E é mesmo, tal como o mercado secular, que é idiotizado ao extremo (vide o que nos é empurrado goela abaixo!). É só dar uma olhada por alto nos “louvores que estamos oferecendo para Deus. É tudo a mesma coisa, parece que os artistas seguem uma cartilha, estão todos cantando a mesma coisa, os mesmos louvores superficiais, rasteiros, as mesmas porcarias. Como disse um comentário acima, enquanto quintuplica o nível técnico, os conteúdos musicais desceram abaixo de zero. O objetivo final de tudo isso é o dinheiro, a fama e a idolatria aos auto denominados adoradores, levitas. Infelizmente este lixo atropelou, soterrou o que havia de melhor na música evangélica brasileira. Onde estão Asaph Borba, Bené Gomes, Nelson Bomilcar, e cia? Que saudades! Que saudades de quando se fazia música de qualidade, que nos levavam de verdade à verdadeira adoração!

  66. Meu sincero apoio ao João e sua decisão! Ele é um cantor como poucos, embalou minha infância entre versos que falavam do amor de Deus, tem muito talento e acredito que hoje o melhor termo a ser utilizado para o louvor que adora a Deus é “música cristã”. Essa, que é sacra e permanece através dos tempos, sofre com tantos aproveitadores e oportunistas que tentam roubar de Deus a honra e a glória, que são exclusivas DELE!

Deixe uma resposta