Download Gospel Grátis: Jefferson Rangel libera MP3 da música “Sopro”

0

O cantor Jefferson Rangel disponibilizou a música “Sopro” para download gratuito e exclusivo através do Gospel+.

A música integra o repertório do álbum “Chegou o Tempo”, o segundo disco do cantor paraense, lançado de maneira independente.

Confira uma entrevista concedida pelo cantor em outubro de 2015 ao portal Supergospel:

Seu primeiro disco foi lançado em 2008, de título “Cenas Crucis”. É um nome um tanto quanto incomum. Por que escolher este título?

Escolhi “Cenas Crucis’ por causa daquele momento em que Jesus foi crucificado na cruz, e para poder criar um nome diferenciado. Na verdade, a música veio primeiro. Eu participei de um festival chamado Canta Pará, o maior do gênero na Amazônia. Contém um ano de duração e percorre por eliminatórias em várias cidades do estado. Foram mais de 500 mil candidatos e a cada eliminatória o número diminuía. Eu fiquei em quinto lugar na grande final. O vencedor foi o Jedson, da banda Som e Louvor. E aí, fizemos uma coletânea do festival, com os dez primeiros colocados. A música pela qual concorri foi “Cenas Crucis” e daí, depois, dentre uma história bem longa, veio este disco. E resolvi colocar esta canção como tema.

Há uma distância considerável entre os lançamentos de seu primeiro trabalho e segundo. Qual o motivo?

Problemas de alma. Eu enfrentei uma depressão muito forte e quis desistir da música. Mas Deus veio ao meu encontro e me proporcionou uma nova história. A última vez quando estava querendo desistir, eu morava em Goiânia, enquanto minha mãe ainda estava no Pará. Eu liguei para ela e disse: “Mãe, não quero mais a música. Me ajude a mortificá-la dentro de mim, porque não consigo viver sem ela e eu não a quero mais”. Minha mãe repreendeu, disse que eu precisava orar e pedir um direcionamento e resposta de Deus, porque era o inimigo querendo destruir os projetos que Ele tinha de alcançar vidas através de mim. Então, entrei no meu quarto e fiz uma oração muito forte, e pedi para Deus que, se Ele realmente tivesse propósito através do meu chamado, que me desse um sinal de resposta. E se Ele realmente quisesse me usar, eu queria cantar não apenas de lábios ou vazio como eu havia cantado. E esta resposta seria n’Ele: a solução para a depressão, da desistência musical.

Eu tinha me inscrito num quadro no programa da apresentadora Eliana, chamado Tem um cantor gospel lá em casa. Foram mais de 100 mil vídeos inscritos, e destes inscritos, a produção escolheu cinco. Destes cinco, a cantora Damares escolheu três para se apresentar no palco do programa. Fui o segundo colocado da eliminatória. Após dois dias de eu ter feito esta oração, a produção entrou em contato e aconteceu tudo isso. Para mim, foi como ouvir a voz do próprio Deus, dizendo: “Filho, eu sou contigo. Não desista”. E a partir daquele dia eu fiz um voto com Ele, crendo que naquele momento em diante eu era um homem curado, livre, sarado e que iria às nações anunciar as boas-novas, o evangelho d’Ele. E que todas as circunstâncias, dificuldades e barreiras não iriam mais atropelar meu caminho, fazendo o ide d’Ele de cabeça erguida, através do ministério que Ele me proporcionou.

Isso ocorreu em 2013. Passou-se os anos e veio o atual projeto, Chegou o Tempo. É um projeto que vem na pegada pop britânica, e creio que irá alcançar o público.

Quais são as diferenças do primeiro trabalho para o segundo?

No primeiro disco, agi com a força do meu braço. E quando agimos com esta força, Deus não faz parte. As coisas não fluem e não acontecem, porque a vontade dEle deve prevalecer e ser soberana. Em 2006, tinha passado por uma audição para o Programa do Raul Gil, no quadro Quem sabe canta, quem não sabe dança. Nesta época, morava no sudeste do Pará. E lá, sempre me destaquei nos festivais. Geralmente, ficava em primeiro lugar ou segundo e fazia abertura de vários shows. E isso gerava descontentamento de muitas pessoas e algo ruim em um sujeito específico. Por ser uma cidade pequena, o espaço era reduzido. E quando cheguei a Ourilândia do Norte, fui muito bem recepcionado. Levaram trio elétrico, faixas e anunciando: “O talento da terra! Jefferson Rangel”, e me anunciavam como candidato do Raul Gil. Nesta época, recebi uma ligação, que eu deveria estar no escritório do apresentador, e no dia anterior seria gravado o playback e no seguinte, a gravação do programa. Fiquei muito feliz, era um sonho. Quando minha mãe e eu chegamos lá, o ‘cara’ pegou meu documento de identidade para verificar o agendamento, e nada constava. E eu era candidato selecionado. E ele perguntou, a fundo, como fui selecionado e nós explicamos. Ele perguntou se as passagens aéreas e a hospedagem tinham sido pagas, e respondemos que não, pois tudo tinha sido por conta própria. A partir das informações, então, ele disse que tínhamos sido enganados e vítimas de um trote. Meu mundo caiu. Foi quando minha mãe me consolou e disse que a pessoa responsável pelo engano nos veria de cabeça erguida. Nós acabamos gravando o CD ali em São Paulo, e as coisas não foram acontecendo. Acabou ficando muito caro, fui roubado numa saidinha de banco numa das parcelas do álbum. Foi muito frustrante gravar o disco. E minha alma já não estava mais ali. No estúdio, gravei por gravar. Quando os discos chegaram em Ourilândia, e minha mãe ouviu, ela deu crédito a tudo o que eu estava dizendo. Ela chorou, porque não era a hora, sabe?

Então é exatamente por isso que o disco novo se chama Chegou o Tempo.

Sim. E depois disso, resolvemos enterrar esse disco, e construir uma nova história. Para mim, é difícil falar, porque foram muitas frustrações e decepções. Havia muita gente agindo de má-fé. Nós fomos muito enganados e gastamos o que não tínhamos, simplesmente por acreditar. Minha mãe acreditava mais do que eu. Ela era minha energia, minha força, o meu apoio. Depois de oito anos, ver um disco que é de fato minha identidade, que estou ali com toda a minha alma e entrega, com canções que me alegram e falam das minhas vivências, é ótimo. As canções não são minhas, mas é como se eu tivesse as escrito. Cada uma fala de algo que vivi. Eu fui ministrado, e creio que muitas pessoas serão libertas da depressão e timidez, como fui.

Para você, como está sendo a questão da distribuição?

Ainda está no começo. Estou tentando agregar parcerias. Nós, todos envolvidos, acreditamos muito no projeto. E cremos que Deus abrirá os caminhos, pois Ele está no comando de tudo.

O projeto gráfico é bem conceitual. Isso foi pensado?

Foi pensado. Quando eu entrei em estúdio, contei ao Ricardo, dono do estúdio, a minha vida. Ele me pediu para cantar, e quando vou cantar, imagino que Deus está ali no trono, e me solto. E ali, descobrimos a minha identidade musical. Até aquele momento, não sabia qual era o meu som, o gênero. Eu não me rotulava, pois cantava de tudo. E aí, passei a ter, de fato, influências musicais. No meu primeiro disco, não coloquei fotos, porque creio que a mensagem é mais importante do que a imagem. Não sou contra a quem pensa diferente, ou que coloca, cada um tem o seu gosto. Mas, particularmente, acho que o disco combinaria mais com isso. A capa ficou muito linda, o álbum está lindo, embora seja suspeito de falar. Estou muito realizado.

Deixe um recado para os leitores.

A mensagem que eu tenho é aquilo que vivi. Não desistir do que Deus tem para nós. Eu não digo: “Não desista dos seus sonhos”, porque isso não é para quem almeja plataformas. É importante não desistir do chamado de Deus e seu Reino. O resto é consequência. E se você descansa em Deus e coloca tudo nas mãos d’Ele, ‘tá’ tudo certo, Ele fará. Mesmo em meio a dificuldades e dor nada pode te parar.

Ouça a música “Sopro” no player abaixo e se optar por baixar o MP3, clique no título da canção e escolha a opção “Salvar” para fazer o download:

Sopro

[audio:http://musica.gospelmais.com.br/files/2016/04/6.-Sopro.mp3]

Assine o Canal

Gospel+ possui um espaço para artistas cristãos, independentes ou não, divulgarem seus trabalhos, disponibilizando músicas de CDs em arquivos formato .mp3 para download gratuito aos nossos leitores.

Se você tem uma banda ou conhece alguém que tenha produzido algum trabalho de música gospel e queira disponibilizar o conteúdo em formato MP3 para download gratuito e legalizado, entre em contato conosco, para que possamos ajudar a divulgar. Basta acessar o endereço redegmais.com.br/contato e nos enviar todas as informações relativas ao projeto, que teremos imenso prazer em ajudar!

COMPARTILHAR

Deixe uma resposta