Home » Artistas Letra M » Mara Maravilha

Mara Maravilha

Mara Maravilha

Baiana, natural de (local)Itapetinga – BA(/local), Mara Maravilha conquistou fama nacional de uma forma que poucos conseguem.

Aos oito anos, Mara já apresentava seu próprio infantil pela TV Itapoan, então emissora afiliada ao SBT para todo o estado da Bahia. Entre o público baiano ela ficou conhecida como “Miss Mara”, tornando-se a principal atração televisiva produzida por uma emissora fora do eixo Rio-São Paulo.

Em 1982, Mara assinou seu primeiro contrato com uma multinacional, a EMI-Odeon, onde lançou seu primeiro disco com excepcional vendagem para uma artista local. Na época, como apresentadora do Clube do Mickey, Mara ganhou a atenção do apresentador e empresário Silvio Santos. A convite dele, ela mudou-se para São Paulo aos 15 anos de idade, onde estreou em rede nacional com programas voltados para o público adolescente e adulto, e integrando também o júri do Show de Calouros de Silvio Santos por cerca de três anos.

Mas foi em 1987, quando estreou o programa infantil Show Maravilha, que a baiana viu seu nome tornar-se uma febre nacional. Mara virou um dos maiores ídolos infantis da história da televisão brasileira, e a pioneira no estilo de programas infantis que também viria a consagrar Xuxa . Logo o nome “Mara Maravilha” se transformou em uma marca de sucesso que vendeu milhões de discos, emplacou dezenas de sucessos nas rádios de todo o país, virou boneca, marca de brinquedos, e por quase uma década ajudou a alavancar a audiência do SBT em uma disputa acirrada pelo promeiro lugar com a Rede Globo de televisão.

No início dos anos 90 seu sucesso extrapolou as fronteiras Brasileiras e Mara tornou-se alvo do interesse internacional. Contratada pela emissora de TV Argentina CBA, Mara apresentou em horário nobre o programa “Show Mara Maravilla”, tornando-se celebridade nas terras de Diego Maradona e tendo seus grandes sucessos gravados em espanhol.

Em 1995, de maneira inusitada, Mara decidiu mudar radicalmente os rumos de sua carreira, passando a investir exclusivamente no segmento de música gospel, onde ela tem se mantido como cantora até então.

CRONOLOGIA

Em 1978 começou sua carreira, participando do programa infantil Big Ben até apresentar, aos 11 anos, um programa infantil pela TV Itapoan canal 5, na Bahia, então afiliada da Rede Tupi de Televisão, posteriormente REI Rede de Emissoras Independentes até se tornar SBT. Tornou-se uma das principais atrações televisivas produzida por uma emissora brasileira fora do eixo Rio-São Paulo.

Em 1979 participou das férias do programa Aqui Agora na Rede Tupi carioca sendo dirigida por Wilton Franco.

Em 1982, Mara assina seu primeiro contrato com uma multinacional, a EMI-Odeon, lançando seu primeiro compacto duplo com grande vendagem.

Em 1983 Mara começou a se apresentar como cantora nos programas da TVS Festival Internacional da Criança, Programa Raul Gil, Almoço com as Estrelas, Clube dos Artistas, O Povo na TV, Bozo e Vamos Nessa. Apresentando o Clube do Mickey, alcança grande sucesso regional e chama a atenção do apresentador e empresário Silvio Santos.

Em 1984, a convite de Silvio Santos, muda-se para São Paulo, aos 15 anos de idade, onde começa sua carreira como apresentadora em rede nacional, concorrendo, já em 1984 aoTroféu Imprensa como artista revelação de 1983. Silvio Santos renova o sábado da TVS com a programação Sábado Jovem, no lugar do Programa Raul Gil, e resolve entregar para Mara o comando do programa Vamos Nessa.

Em 1985, Mara estoura como cantora em São Paulo com o hit Chega Stop Pare com Isso, e é convidada por Sérgio Mallandro a participar do filme As Aventuras de Sérgio Mallandro. Mara passa a integrar o júri do programa Show de Calouros e apresenta o programa Sessão Passatempo que incluía os quadros TV Pow, O Preço Certo e Jogo das Pistas. Nesse ano, a convite de Cinthia Abravanel, Mara passou a fazer parte da peça de teatro Xisto, o Menino do Polegar Verde, com Paulinho Lima, seu futuro assistente de palco, no elenco, sendo apresentada no Teatro Maksoud Plaza.

Em 1986, Mara se dedica a seu primeiro LP, pela Odeon, então EMI-Odeon, denominado Simplesmente Mara, com produção dos integrandes do conjunto Roupa Nova Serginho Herval e Ricardo Fegali. Mas o projeto seria descartado para dar lugar ao primeiro LP infantil / infanto-juvenil, Maravilha, com produção de Guti Ribeiro. Mara, curinga da TVS junto a Christina Rocha, Mauro Zukerman e Luis Ricardo passou a ser repórter exclusiva do programa Viva a Noite de Gugu Liberato.

Em 1987, Mara começa a apresentar seu próprio programa, o Show Maravilha, direcionado para o público infantil. O programa obteve grande sucesso, permanecendo durante sete anos no ar e se tornando o principal concorrente do Xou da Xuxa, da Rede Globo. Além disso, Mara se destacava por ser a única apresentadora infantil morena e nordestina. Em função disso, muitos a consideravam como a única apresentadora infantil autenticamente brasileira.

Em 1989 Mara cria sua primeira empresa de licenciamentos e merchandising, a Mara Produções Infantis, e começa a lançar produtos com sua marca além de uma academia de ginástica. Neste mesmo ano, lança seu primeiro disco com temática adulta, produzido por Arnaldo Saccomanni, grande nome do meio artistico que produziu os discos de Tim Maia eRonnie Von. Sua música de trabalho Liga pra Mim alcança o primeiro lugar nas rádios de todo o país.

Em 1990 Mara lança seu primeiro grande sucesso Não Faz Mal de Thomas Roth. Torna-se um dos nomes mais populares da televisão brasileira de acordo com o jornal O Estado de São Paulo. No mesmo ano, foi capa da revista Playboy.

Em 1991 seu programa Show Maravilha é indicado pela primeira vez como melhor programa infantil da TV. Mara adere a causa indígena e lança um disco denominado Curumin.

Em 1992 Mara é indicada ao Troféu Imprensa como melhor apresentadora de TV ao lado de Xuxa Meneghel e Hebe Camargo. No final do ano lança o álbum O Importante é Ser Feliz, com o hit Jesus Cristo, um dos primeiros videoclipes produzidos em película na hístoria do Brasil. Direciona sua carreira para o mercado latino e lança o álbum No Estoy Mal, em língua latina, para toda a américa do Sul.

Em 1994, Mara deixou o SBT e partiu para a carreira internacional. Mara é contratada pela emissora de TV Argentina CBA onde por dois anos apresentou o programa infanto-juvenil Show Mara Maravilla, exibido em diversos países latino-americanos e em quase toda a América do Sul. A Mara Maravilha foi a segunda apresentadora infantil do Brasil que comandou programas pra toda américa latina,Xuxa e Mara Maravilha fizeram muito sucesso no exterior,o programa Show Mara Maravilla era gravado e exibido na Argentina,mais o sucesso da Mara foi tanto que em pouco tempo,várias emissoras de outros países compraram o programa,dessa maneira Mara ficou conhecida Na Argentina,Chile,Venezuela México,Paraguay,Uruguay,Peru e entre outros países da América Latina. O sucesso na Argentina foi tanto,que suas músicas eram executadas em todas as rádios do país,as mais tocadas foram No Estoy Mal,Liga Pra Mim, Curumim Iê Iê e a principal Jesus Cristo até hoje o cd Importante é ser feliz é vendido no País,Na época Mara Maravilha começou a ser chamada pelos seus fãs Argentinos de Mara Maravilla a nova Xuxa muitos fãs cergavam o carro da Mara nas Gravações de seu programa,o programa ia ao ar diariamente,em horário nobre,com um status de super-produção,seu cenário foi montado num grande ginásio da cidade de Córdoba Argentina,em seu cenário havia dois Castelos Medievais, um à esquerda e outro à direita. Havia um Grande Urso Azul ao Centro do gigantesco Palco,Mara Saía de uma Porta na Barriga do Urso Azul, e descia de uma Grande escadaria nas cores do Arco-Íris,os convidados músicais saíam de dentro do Castelo Medieval, havia cerca de 250 pessoas em sua platéia pois era um ginásio,Havia cerca de 100 Marotos e Maravilhas no palco,que auxiliava a Mara em seu Programa,além dos personagens do programa uma Bruxa,e alguns bonecos que fazia a Alegria da criançada, havia muitos brinquedos em que as crianças brincavam no palco,a maior parte de seu cenário vieram dos Estados Unidos,seu programa términou devido a morte do diretor do programa,que faleceu com HIV,Mara ficou muito triste com a morte de seu diretor,foi uma grande tristeza entre a produção do programa,que Mara resolveu terminar o programa,e não quis renovar seu novo contrato com a CBA,tanto que o dono da Emissora Argentina ficou muito magoado.

Em 1995, Mara torna-se praticante da religião evangélica. Tempos depois, ela passa a cantar músicas religiosas e torna-se uma cantora gospel renomada.

Em 1996 Mara retorna à TV para apresentar programas infantis na Rede Record. Lá ela comandaria o Mara Maravilha Show, em (1996) e o Mundo Maravilha, em (1997). Mara tornou-se uma das principais estrelas da emissora, que até então estava em quinto lugar de audiência. Em 1997, a Rede Record alcançou pela primeira vez no horário matutino, mais de 7 pontos de audiência com os programas da MaraEla concorria na Época com a Eliana no SBT e Angélica na Rede Globo. Mara lançou o disco Reluz, o primeiro a conter uma música gospel, produzido por Michael Sullivan,No mesmo ano Mara já colocou o seu lado Empresária em evidência e Lança sua primeira Boneca,da marca Elgaplás,Lança também as Sandalinhas Mara Maravilha que continha pulserinhas coloridas,Os dois produtos havia comerciais na TV,e todos podiam ver em diversas emissoras até na Rede Globo,foi um grande Sucesso de Vendas na época,Além desses produtos Mara lançou um jogo de carimbos. em pouco tempo Mara conquistou todo o Mercado Gospel e Secular,e virou líder entre o público Evangélico.

Em 1998,Mara lança sua própria Gravadora, a Maravilha Music onde lançou seu primeiro CD voltado a música gospel intitulado Abra Seu Coração, que ganhou disco de platina por conquistar vendagem superior a 250 mil cópias. Mara passa a produzir outros artistas. Sua empresa, já denominada Maravilha Promoções Produções e Comércio, cresce e passa a ser uma controladora de várias empresas como a MP Filmes, a Maravilha Music e as grifes Turma da Marinha Maravilha e Mara Maravilha,Além de suas Lojas e Fábrica de Roupas,e a Mara não quer parar por aí.

Em 1999 Mara casou-se pela primeira vez com o produtor e diretor Paulinho Lima. O casamento durou 9 anos.

Em 2001 assina contrato com uma gravadora gospel, a Line Records, do grupo Record,maior no segmento brasileiro. Mara atinge rendimentos superiores a R$ 12 milhões anuais com sua marca.

Em 2002 volta à TV pela Rede Record com o programaA Noite é Nossa Atingindo 10 Pontos de Audiência,Mara saiu do programa por questões saláriais e ficou por um curto período,com a saída da Mara o programa foi apresentado pela cantora Ísis Regina,aonde o programa perdeu toda sua Audiência,que saiu do Ar. No mesmo ano, Mara lança seu primeiro CD e DVD da série “Mara Maravilha para os Pequeninos” que já foi lançada em sua terceira edição. Foi um Grande sucesso entre a criançada de todo o Brasil.

Em 2006 Mara volta mais uma vez a Record com o programa Gospel Line que atinge pela primeira vez pontuação no horário e anúncios comerciais.Mara é indicada pela primeira vez ao Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum de Música Gospel” e lança o DVD Jóia Rara, indicado ao Grammy.

Em 2009 Mara atinge um grande ponto de sua carreira com seu primeiro CD e DVD ao vivo intitulado Novo Coração, produzido pelo compositor e cantor Régis Danese. Mara casou-se novamente com o dentista Alexsander Vigna.

A Maravilha de Deus

Já bem conhecida pelo público adulto e infantil, há mais de dez anos Mara Maravilha, (local)Salvador – BA(/local), deu um novo sentido à sua carreira artística. Convertida ao Evangelho, a cantora mantém vitoriosa experiência no segmento gospel, sendo uma das grandes referências do mercado. A baiana já lançou 18 álbuns e apresentou os programas ‘Gospel Line’ e ‘A Noite é Nossa’, ambos na Rede Record. Em 2002, lançou o livro “As Maravilhas que Deus fez por mim”, com conteúdo que inclui carreira, testemunho de conversão e mensagens bíblicas.

Foram milhares de CDs vendidos, dezenas de Discos de Ouro e diversos prêmios, como o Troféu Talento, maior premiação da música cristã brasileira. Recentemente, Mara ainda foi homenageada com o Troféu Top Empreendedor Nacional, promovido pela revista Top of Business com o objetivo de reconhecer as iniciativas profissionais, considerando talento, produtividade e, principalmente, capacidade de empreender.

Novo Coração

O projeto mais recente da cantora é o DVD “Novo Coração”, gravado pela Line Records, em janeiro, nos estúdios da MP Art’s, em São Paulo. O álbum conta com a participação especial de Soraya Moraes, Sula Miranda, Isis Regina e Regis Danese, que também assina a produção musical. No repertório, regravações de grandes sucessos e inéditas que já fazem sucesso em rádios de todo o País.

Músicas em novos ritmos e estilos são outras das inúmeras novidades do projeto. “Colocamos arranjos com muita guitarra, distorção. É um DVD que, com certeza, vai ser uma grande benção”, diz Regis Danese ao explicar o tom mais moderno que caracteriza a produção musical.

Alguns dos destaques são: ‘Assim Me Sinto Sem Você’, sucesso de Mara Maravilha no final dos anos 90; ‘Começo, Meio e Fim’, música gravada pelo grupo Roupa Nova; ‘Noites Traiçoeiras’, sucesso nas vozes de Padre Marcelo Rossi e Belo; e as inéditas ‘Restaura Minha Casa’, ‘Cria em Mim’, ‘O Céu Vai Se Abrir’ e ‘Sou de Deus’, canção em estilo flamenco que também ganhou versão em espanhol.

As músicas são assinadas por compositores de grande renome no mercado gospel, como Beno e Solange de César, Adilson Silva, Michael Sullivan, Kelly Danese, entre outros. Mas não para por aí, Mara Maravilha também dá vazão ao lado compositora e presenteia os fãs com três canções do repertório.

A direção geral do show fica por conta de Renato Pimental, que já assinou produções de Xuxa, Roberto Carlos e Wolf Maia. A apresentação é abrilhantada com um espetáculo de luzes, cenário e ballet, além de uma banda afinadíssima que acompanha a morena.

Vídeos de músicas de Mara Maravilha

Você pode ouvir músicas de Mara Maravilha através dos vídeos clipe abaixo.

Mais vídeos

Notícias sobre Mara Maravilha

Busque todas as notícias de Mara Maravilha.

Mais notícias